Terça-feira, 21 de Agosto de 2007
Festas S. Bartolomeu 2007

Festas S. Bartolomeu 2007

Estão aí as Festas do concelho. Esta semana é sempre a dar-lhe, e os emigrantes que o digam! É tempo de recordar as festas do ano passado, como habitualmente os nossos jornais fazem. Quanto às contas fica para pensar depois da euforia das festas, e não vale a pena recordar as do ano passado (porque nem existem!)...

Fiquemos com as fotos memoráveis das Festas do Concelho... Que este ano seja ainda melhor!

E aqui está a menina que sonhava com um autógrafo e fotografia com os principais políticos da terra. Todas as meninas da sua idade devem estar roídas de inveja!

 

 

E durante a noite de S. Bartolomeu, os políticos da terra são confrontados com uma pergunta incómoda, proporcionada pelo calor da noite...

 

 

Numa visita dos vereadores da Câmara Municipal pelo artesanato e tasquinhas...

Todos sabemos que existem várias caras que estão sempre nas fotografias de S. Bartolomeu... Mas nenhuma supera estes "habituers"... o gado bovino!

 

 

Mas uma das estrelas das fotos de S. Bartolomeu... e só precisam de nascer assim para terem protagonismo!

 

 

 

Durante a procissão escapa-se uma piadinha tipica... brejeira.

 

 

Inovação das Rusgas... mascotes vão à frente...

 

 

Mas como ninguém quer ficar para trás, eis uma rusga não com uma mas com duas mascotes desfilando à frente dos tocadores e cantores... uma representando a experiência da vida e outra a inocência da juventude.

 

 

São necessários subsídios para se exibirem melhores cartazes...

Estes quase não tinham espaço para escrever tudo.

 

 

Estes fizeram uma improvisação.

 

 

A melhor parte... comer. Ai! A pinga é forte... até queima!

 

 

Tirando as medidas à mesa...

 

 

Boas Férias! Boas Festas de S. Bartolomeu!


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 11:45
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

O cancro da corrupção

O cancro da corrupção

Toda a gente sabe o que é este fenómeno tão comum e popular em Portugal. Todos pelo menos têm conhecimento ou são testemunhas desta actividade muito comum. Pelo menos... porque a maioria já recorreu a isso para alguma coisa. Quem nos dá mais uma vez um grande documento de retrato da sociedade portuguesa e do nosso concelho é o sociólogo Pedro Costa, no "Notícias da Barca". Já há algum tempo tinha feito um retrato do atraso económico do concelho de Ponte da Barca em relação aos que o rodeiam (http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/21171.html). Desta vez fala-nos da corrupção, merecendo o elogio de todos, como já fez Boaventura Silva nesse mesmo jornal. É de facto, dos poucos que escreve artigos muito acima da média de qualidade a que os jornais regionais nos têm habituado.

Logo à partida, Pedro Costa dá-nos no seu artigo a definição de pessoa corrupta:

"(...) pessoas que contornam a legalidade com esquemas que adulteram as características originais de algo e visam interesses alheios aos interesses da sociedade."

Se normalmente alguém com mais apetência "instintiva" para este tipo de actividades é aquele que ocupa um cargo com poder de decisão, também ele dá-nos exemplo de como este cancro se estende até às pessoas de todos os "níveis" sociais, e não só aos mais poderosos:

 

"Temos que pensar que o corrupto é um indivíduo desviante, e para se ser desviante não é preciso ter poder, pelo contrário, é preciso estar-lhe submisso."

 

A partir daqui estão lançados os dados: alguém com poder de decisão é corrupto para com alguém com menos, para dar uma "tachada" ou também denominados "jeitinhos". E quando o mais pequeno sobe na vida através desse meio, vai continuar a praticar com o novo estatuto que eventualmente adquira, até porque os mais pequenos querem subir na vida, e sem cunhas pouco atingem as suas metas por mérito próprio. E não é preciso ser-se mais "pequeno" no nível social para se andar à procura do senhor "fulano". Também o "peixe graúdo" é "solidário" entre ele.  Vejamos mais excertos que este sociólogo escreveu:

"O problema é que a corrupção gera um efeito de bola de neve, isto é, quanto maior o grau de corrupção existente, maior a necessidade de viver constantemente na ilegalidade."

 

"Passo a exemplificar: (...)

Aquele que procura emprego já quase não concorre a uma vaga sem que antes se informe para saber a quem se deve dirigir. Isto significa que a estrutura de acesso ao emprego têm como base a corrupção - isto é, contornando a ilegalidade. A estrutura está corrompida, os decisores estão completamente de acordo com o estado corrompido do sistema de acesso ao emprego (porque aceitam e alinham no jogo da "cunhocracia") e o jovem que procura emprego passa a ser corrupto porque não encontra outra forma de aceder a um lugar no mercado de emprego. Cumpre-se um ciclo.

Entretanto, assim que esse jovem possuir condições para entrar na "cunhocracia", certamente se lembrará do que lhe aconteceu no acesso ao emprego e, na etapa seguinte, a solidariedade básica entre seres da "mesma espécie" e a propensão humana para a maximização do lucro (seja ele qual for) fará o resto. Cumpre-se mais um ciclo."

 

Que exemplo magnífico! E não só nos pedidos de emprego. É nos pedidos a alguém que trabalhe num hospital para passar à frente a uns quantos da lista de espera, é um pedido numa instituição pública a "fulano" para se escapar a uma multa, é na admissão dos idoso para conseguirem entrar num lar, é até em situações em que para fazer valer algum direito ou razão é preciso passar por cima da lei, metendo uma "cunha", etc. Ora diga lá se tudo isto lhe é assim tão estranho?!  

 

E por tudo isto todo o país está amorfo quando se fala em termos de União Europeia. E mais do que isso está atrasado, viciado e "podre":

"Senão tudo isto acaba até por ser irónico, pois esta forma de agir corrupta está de tal forma enraizada na nossa matriz de comportamento que se agirmos pela legalidade quase que somos vistos como desviantes."

 

E não é que quem age perante a lei é que é o "mau da fita" perante a sociedade?!


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:44
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Desrespeito pelo património

Falta de cultura leva a faltas de respeito pelo património

   

Recentemente assistimos no "Notícias da Barca" a uma troca de palavras entre M. C. Soares e Alípio Pereira. É triste que pessoas se zanguem por causa de algo tão nobre e importante para o concelho como é a Igreja do Mosteiro de Bravães. Ainda mais triste é o facto de alguém que não é da freguesia de Bravães, como é M. C. Soares, venha alertar numa edição anterior do referido jornal para a falta de acompanhamento e informação dos turistas que visitam esse monumento de Bravães e a Igreja Matriz, e venha o senhor Alípio Pereira na edição seguinte quase insultar M. C. Soares para defender a igreja que pelas palavras será da sua freguesia. É também verdade que o senhor M. C. Soares não se deveria ter alongado tanto na resposta a Alípio Pereira, tornando-se muito extenso. Mas a verdade essencial está do lado de M. C. Soares: os nossos monumentos, como são a Igreja de Bravães e a Igreja Matriz mereceriam uma muito maior atenção das entidades políticas do concelho: os turistas actualmente deparam-se apenas com as paredes e beleza dos monumentos, mas com poucos meios que os permitam seguir as suas visitas.

Numa outra freguesia, em Vade S. Tomé, uma coisa muito mais grave poderá acontecer. Depois do alerta de António Pestana Raposo acerca das intenções de destruir o vestígio de uma antiga via romana e seus muros para fazer obras numa via de acesso na freguesia, o presidente de junta Joaquim Silva Lopes vem reponder em tom de "chico esperto". Se não se lembra dessa denúncia pode ir ver o comentário já publicado neste blog em http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/22279.html. Alguns desses argumentos que permitem classificar desta forma o comentário nos jornais deste presidente de junta são:

"1º - Este senhor esquece-se que esta obra é a ligação interior do lugar de Paredes ao lugar da Mouta"

"2º - Não é de modo algum benefício de pessoa singular mas sim de interesse público."

Claro, o arranjo de um caminho da freguesia sobrepõe-se ao valor do património histórico, marco no tempo da cultura de outrora. Senhor presidente, lembra-se de Foz Coa? Era uma barragem de interesse fundamental para esse concelho inteiro e não fui para a frente? Quer que um caminho destrua um pequeno mas simbólico vestígio da ocupação Romana?

"3º - É verdade que há um muro em mau estado, e outro ruiu na estrada da Mouta, mas esse senhor não diz nada que a queda do muro se deve a um desaterro que ele próprio fez à revelia da Câmara Municipal."

Claro, vamos lá descobrir os "podres" de quem se quer acusar, para ele perder toda a credibilidade - agora já se pode deitar os muros romanos ao chão.

"4º - E muito mais teria a dizer mas fico por aqui. O senhor Engº meta a mão na consciência..."

 

Este 4º ponto é no mínimo genial. "Muito mais teria a dizer..." é um bom argumento para alargar o tal caminho...

 

Como se não chagasse ainda revela uma certa estupidez ao dizer que se surpreende "que uns simples muros de vedação, ainda por cima tem as juntas feitas com cimento, se possam chamar de muros Romanos, mas enfim eram Romanos evoluídos." Senhor presidente, olhe para a estrada romana junto à rua Trás do Forno na vila e veja lá as tampas do saneamento. Não é por causa disso que não deixa de ser Romana. Perdeu foi parte do valor que posssuiria se fosse preservada, tal como provavelmente acontece com esses muros dos "Romanos evoluídos". O facto de ambas as estradas não serem preservadas deve-se ao simples facto de quem governa as nossas terras não ter visão, cultura ou o que quiserem mais chamar.

Na opinião deste insignificante blog, o IPPAR deve ser chamado para avaliar de facto e objectivamente esta situação, de forma a orientar da melhor forma este problema.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:32
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Problemas em Lindoso

Problemas em Lindoso

 

Segundo recentes notícias, graves acontecimentos têm-se passado em Lindoso. José Manuel Rodrigues Araújo é um dos que vem espelhar o que por estas paragens se tem passado. Segundo ele Lindoso está "sem governo". Diz mesmo que "hoje quem manda na freguesia é tudo menos o presidente da junta!". Tudo isto a propósito da rede pública de águas e de notícias que têm sido publicadas em jornais nacionais. Armando Marques vem também falar desta confusa situação:

"(...) o empresário ARMINDO LOPES, que investiu mais de 150 mil euros numa habitação de turismo rural, que já pagou "as taxas à autarquia para a rede de água e saneamento, sendo que as ligações e instalações das infra-estruturas feitas na freguesia tivemos sempre comparticipações da câmara municipal".

Até porque, o presidente da freguesia, senhor Manuel Marinheiro, alega que esta é uma decisão que transcende as competências das autarquias. Mas o mais grave ainda é que povo-povo diz que a rede pública "Não está a funcionar"."

No meio de tudo isto está também o Presidente do Conselho Directivo dos Baldios. Segundo Armando Marques este conselho directivo é que são os "Maus da fita", com a aprovação do presidente de junta da freguesia. É que este conselho directivo dos Baldios enviou uma carta a trinta compartes e 18 que ainda não tinham pago uma quantia estipulada que lhes iria ser cortada a água. Segundo estas vozes o senhor presidente dos baldios não pode deliberar sobre algo "que não é seu".

 

Percebeu? Pois é algo que até os próprios envolvidos não devem estar a perceber, tudo isto pela falta de clarificação e eficácia das entidades políticas, serviços e instituições que normalmente são uma imagem de marca no nosso país. 

 

De referir ainda situações de preocupação e desconfiança para as gentes desta freguesia de Lindoso. Aramando Marques vem-se questionar acerca de onde é que estará o dinheiro para a junta de freguesia que terá sido entregue ainda nos anteriores mandatos camarários de Cabral de Oliveira. Há ainda os problemas da Pousada da EDP (já cheira mal) e do campo de futebol que serve de "pastagem". Enfim, os típicos problemas para o qual os políticos prometem soluções na altura das eleições e no início dos mandatos, e que depois deixam as populações numa espera quase eterna pela passagem à prática.

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:27
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Olinda puxa pelos seus rapazes

Olinda puxa pelos seus rapazes

Tivemos também oportunidade de ver nestas edições festivas de S. Bartolomeu da imprensa uma mensagem dos 3 vereadores da oposição PSD a todos os barquenses. Visam os emigrantes e as tradições que se recordam nestas Festas do Concelho.

"(...) as suas freguesias, sobretudo as mais afastadas da sede do Concelho, estão cada vez mais desertificadas, procuram durante estes dias dar-lhes um ar da antiga normalidade, com a amena cavaqueira dos fins de tarde, os rituais de convivência das pequenas festas familiares, das reuniões no final da Santa Missa."

A vereadora Olinda Barbosa tem sido, como temos podido verificar ao longo destes tempos na imprensa e neste blog, figura de destaque na oposição. Tem sido a única, a par dos meninos da JSD que têm demonstrado sinais de vida. E "El Mestre" João Esteves e outros mais antigos "dinossauros" da "laranja" barquense? Ainda estão com azia da perda das últimas eleições? De facto, Olinda Barbosa tem demonstrado ser uma "mulher de barba rija", e desta vez traz para a cena os outros 2 vereadores da oposição que também têm estado em "hibernação" deste essa derrota: Lino Freitas e António Rodrigues. Se não fosse esta mulher... Não sei não!...

É triste é que toda a classe política tenha habituado os cidadãos "a actos de desespero" quando as eleições se aproximam. Nessa altura é que normalmente esse "bicho" que é o político, tanto esteja no poder ou não, é que sai da toca e mete mãos à obra para conseguir poleiro. Até lá vamos "hibernando" mais um bocadinho... 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:22
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

"Maurgas": o fenómeno barquense

O fenómeno das "maurgas" na imprensa regional

Recentemente este blog tem levado a cabo a rubrica dos "Comes e Bebes do Verão 2007", destinado sobretudo à classe política que se apresenta com bom desempenho nesse tipo de eventos. Desta vez, esta febre de Verão, contagiou a imprensa regional, particularmente os fotógrafos. Um fenómeno muito comum neste tempos em Ponte da Barca foi captado por algumas objectivas: as "maurgas" em pleno acto de esvaziamento.

Em Oleiros:

Quantas garrafas e "maurgas" se apresentam nesta mesa?... São muitas, não são? Imagine se as esvaziasse a todas! Senhor da frente, não lave as mãos na "maurga"! O que está dentro dela é para beber!

"Bota" frango de churrasco!... Bem regado, é claro...

Em Lindoso:

 

Senhores Vereadores, façam o favor!...


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:20
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Saga "Palhaçadas" continu...

Maravilhas naturais, turi...

Palhaçadas de Carnaval

Menino Jesus vs Pai Natal

Reunião(ões) da(s) Jarra(...

O "Vosso" executivo e o 3...

Um executivo empregador

Gripe Ai!, não faça o "ra...

Fugir de homossexuais: el...

"Pai" Barqueiro e os pres...

Terminou o forrobodó! Mai...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Novela de Verão: "Meu S.B...

Dossier Autárquicas 2009

Vassalo "Summer Sessions"

O destaque de sempre: Lim...

A "Nata" Barquense

A Fórmula Cultura+Turismo

A "Colmeia" das "Abelhinh...

Barquenses votaram Europa...

Certame político-religios...

"Novo Rumo" com "velhos" ...

Política passeando pelas ...

Bitaitadas frescas

Mais um ano com os livros

De Ponte da Barca a Lisbo...

Pontes da decadência

Diácono de Lindoso ajoelh...

Viva a liberdade, e o iní...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds