Domingo, 29 de Março de 2009
Vida de político em ano de eleições

Vida de político em ano de eleições

 

O que é que um politico em ano de eleições faz? Bem, o barqueiro não será com certeza a melhor pessoa para responder, até porque não tem experiência nesse ramo… Mas já a dupla presidente – vice-presidente, Vassalo Abreu – José Pontes, poderá esclarecer o leitor acerca desse estilo de vida. E se se quiser ser um politico próximo daqueles que lhe poderão dar a continuidade de “poleiro”, ou seja, os eleitores, mais diversificado terá que ser esse dia a dia de político.

Quem é que é capaz de comer vários porcos num mesmo dia, festejar o Carnaval, e nas manhãs seguintes acordar para cumprir religiosamente o acto de engolir óstias numa missa? Analisando por outro prisma, quem é que é capaz de vestir a pele de um popular esquerdista, que “come” do mesmo “prato” do seu povo, e no dia seguinte transfigurar-se num conservador católico de direita? A resposta é: o “Animal Político”, como disse uma vez Aristóteles.

E quem são os “animais políticos” de Ponte da Barca? Esse é um problema ainda maior… é que sabe-se que eles estiveram presentes nas muitas cerimónias de “comes e bebes” de Carnaval, junto do seu povo, mas quando as objectivas das máquinas fotográficas tentaram captar o ambiente desses “comes e bebes”, os “animais políticos” não estavam em lado nenhum! Como pode isso acontecer?! Não é suposto o político estar junto do povo a comer do mesmo porco, colhendo votos, e ao mesmo tempo estar junto daqueles que os vêm nas reportagens dos jornais locais, colhendo ainda mais votos?! Terão eles vergonha de serem captados à procura do “rabo” dos ditos sacrificados para o sarrabulho?

Estranha esta aparente atitude de resguardo das máquinas fotográficas dos jornais… Desta forma este blog só pode premiar os seus leitores com a caça ao Wally. Onde estão então os Wallys?

 

Em Oleiros, bem escondidinhos, lá estavam Vassalo Abreu, Manuel Lima, o presidente de junta, e Paulo Pimenta, o presidente da Assembleia Municipal.

 

 

 

Em Lavradas é impossível fazer avistamentos desta perspectiva fotográfica…

 

 

Em Lindoso a mesma coisa, quem sabe se nenhum dos políticos seria um Spider Man em dia de Carnaval…

 

 

E assim se passaram “comezainas”, e os políticos do costume, de forma surpreendente não foram captados nessa actividade que é comer… Ohh! Que azar… lá vai o barqueiro ter que disponibilizar alguns bons momentos à mesa guardados nos arquivos deste blog…

 

http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/44834.html

http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/3003.html

http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/43047.html

 

 

Mas, no fim de todas estas reflexões, algo começa finalmente a fazer algum sentido… Será que a mensagem que Vassalo e companhia querem fazer passar neste ano importantíssimo de 2009 é que “deixamos de ter gente para o prato” e passamos a “ter gente para o trabalho”? A julgar pelo lançamento da primeira pedra do Centro Escolar de Crasto, parece que temos de facto boa gente para a betoneira e para os baldes de cimento. Apesar de tudo, dois erros comuns de “aprendiz de trolha” foram cometidos: Nunca pegar na pá do cimento com gravata, e nunca trabalhar com outros 4 ou 5 aprendizes a olhar.

 

 

 

A mensagem de “estou cá, mas por desporto” foi passada com o comunicado ao Partido Socialista que Vassalo e os restantes candidatos PS do distrito fizeram, ameaçando não se candidatar pelo PS se Defensor Moura for aceite como candidato do partido. Entretanto, nos jornais locais Vassalo é anunciado como recandidato PS à Câmara Municipal…

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:35
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (7) | favorito

Instabilidade meteorológica na zona ribeirinha

Instabilidade Meteorológica na zona ribeirinha

 

A ponte está desmoronar-se, o choupal foi cortado… O que virá a seguir? Seca-se o rio Lima?!

 

Após o tristemente caricato episódio do desmoronamento de uma parte da Ponte Medieval, soube-se que a ponte estava sinalizada há uns anos como necessitando de beneficiação. José Pontes, vice-presidente e vereador da protecção civil, veio dizer ao país, porque se tratou de um assunto dessa mesma dimensão, que a ponte iria estar fechada 3 a 4 semanas para a realização das devidas obras da parte desmoronada. O barqueiro avançou que as contas estavam provavelmente erradas, e hoje o resultado está à vista. O que está prometido, pela Estradas de Portugal, é que o projecto de reabilitação de toda a ponte esteja pronto até ao Verão, para que as obras arranquem antes do próximo Inverno. O que é que se há-de dizer? E o que pensar de políticos que, como José Pontes, dizem em plena Assembleia Municipal acerca da ponte que “Não tenho as melhores aptidões para o mergulho”? E isto já não é má-língua… É algo que faz parte de passar ou não a imagem de seriedade na política…

 

 

Ainda que ninguém queira “mergulhar” quando pela ponte passar, a imagem do mergulho devida a uma ponte em “ruínas” não deixa de ser a imagem que Ponte da Barca transparece, no que respeita ao seu nível de desenvolvimento, que não é mais do que estagnado. Infelizmente, a promessa de mudança trazida por uma viragem à esquerda, tendo em conta que a direita governou durante muitos anos, poderá não passar de uma miragem para os que nela acreditaram. E isto “poderá”, porque segundo o Plano Estratégico, recentemente divulgado no “Notícias da Barca”, a maioria dos projectos para o concelho não será concretizado neste mandato, pelo que o apelo ao voto está já a ser feito. Um plano como este é, em verdade, necessário. Mas é concretizável? Não seria melhor definir bem prioridades mais urgentes? Serão todos os projectos financeiramente possíveis e com retorno para o concelho? Parece que estamos condenados à pequenez, e a prova disso é o anúncio da construção de mais um mini-campo de futebol, para além do que já existe… entretanto, a zona desportiva tão almejada e mais necessária onde está?

Mas como nem tudo é mau, há que também saber elogiar… E o destaque do barqueiro vai para a requalificação das estradas EN 101 e 203. Já há muito necessária, a requalificação dessas vias permitirá finalmente ter boas vias de acesso no concelho, principalmente boas vias de entrada na vila. Espera-se assim que os buracos e o mau aspecto dessas vias, para quem vem de visita à nossa vila, por exemplo, acabem.

 

Regressando à zona ribeirinha da vila ponte está entretanto transitável, mas nas tristes figuras em que se encontra. Tem remediado, e os motoristas de veículos de mais de 2,2 m que o digam! Tem sido um divertimento tentar acertar nas placas colocadas sobre a via. Ponte da Barca teria que aprender a viver sem esta passagem sobre o rio Lima, mas parece que ninguém tem vontade de mudança, por mais pequena que seja.

 

Entretanto, talvez devido ao facto da zona ribeirinha ser uma zona de instabilidade meteorológica, já não chegava a queda de parte da ponte, e o choupal foi varrido por um fenómeno que o transformou num parque de troncos. Não é que seja uma expressão artística de um qualquer criador, é tudo por uma questão de “segurança”! Segundo o inevitável José Pontes, “Quando se trata da segurança dos cidadãos, não pode haver negligência”. Mais um dos elementos do tão apregoado “postal” turístico de Ponte da Barca que foi perdido: o choupal. Parece que a solução técnica passa pela plantação de “árvores de copa mais abrangente”, tudo patrocinado por mecenas. A ver vamos, nesta terra de fortes e devastadores “vendavais”.  

 

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:57
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

"Putos" dão uma ajudinha aos maiores

“Putos” dão uma ajudinha aos maiores

 

Finalmente existe também uma juventude política em Ponte da Barca do partido socialista. A direcção da JS, que antes só existia na prática, passa agora também a existir do ponto de vista formal. Encabeçada pelo já conhecido José Pedro Amaral, que escrevia as “Notas Relevantes” semanalmente no “Notícias da Barca”, a direcção tomou posse no dia 14 de Março. Espera-se que os seus membros, ainda frescos nestas lides políticas, cumpram o seu papel, e que a promessa feita pelo líder, de promover uma maior participação e interesse dos jovens pela política local, se faça cumprir. Espera-se que o desaparecimento de José Amaral dos jornais locais, com os artigos de opinião, a partir do momento em que se constituiu a JS, não seja um presságio de que estes jovens se estejam a tornar nos muitos políticos que já temos: prometem e discursam, mas quando atingem a cadeira do poder logo essas “boas intenções” passam para segundo plano. Espera-se que a JS não seja apenas um meio de promoção e de propaganda do PS e dos “adultos” que dele fazem parte.

 

 

Pelos lados da JSD a vida lá continua: organização de reuniões e debates. Desta vez os “putos” laranjas promoveram um curso de formação política intitulado “Falar Claro”. Espera-se que o curso tenha servido de alguma coisa, não só para os jovens interessados na política, como para os “adultos” que nela andam. Augusto Marinho esteve presente, e a julgar pelas suas palavras, o curso já teve alguma utilidade. Isto porque, este próximo candidato à presidência da Câmara pelo PSD tem estado de certa forma, “apagado”. Tendo em conta que ele nunca se chegou a “acender”, ou seja, a se assumir ele próprio como alternativa para as próximas eleições, as expressões “firmeza” e “lutar pela verdade”, por ele proferidas, ficam-lhe bem. Poderá ser o início da afirmação da sua personalidade como candidato a líder de Câmara, isto porque tem estado apenas na sombra de Cabral de Oliveira, o líder da Comissão política. Daí que o barqueiro julgue que este curso de formação política já esteja a fazer bem ao candidato. Não é o “dinossauro político” Cabral de Oliveira que deve chagar-se à frente, é sim Augusto Marinho. No meio de toda esta confusão nos “adultos” do PSD, talvez seja a hora dos “putos” ensinarem a Augusto Marinho que ele tem que transmitir uma imagem de liderança aos barquenses, e mais do que isso, tem que fazer oposição, que é algo que parece que o PSD não está habituado a fazer… Quanto a Cabral de Oliveira, talvez seja a hora de saber respeitar pelo menos aqueles que militam pelo mesmo partido que o seu.

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:55
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (5) | favorito

Marina Gomes: mais um ano, mais um "barqueiro"

Mais um ano, mais um “barqueiro”

 

Desta vez o destaque do Rotary Club ao melhor aluno do passado ano lectivo da Escola Secundária coube a Marina de Sousa Gomes. Este blog, e o barqueiro, prestam também aqui a sua homenagem a esta brilhante aluna, como uma forma de reconhecimento de mérito (19,3 valores). Todos os anos assistimos à saída de excelentes alunos do nosso concelho para Universidades, com brilhantes classificações, sendo uma esperança de um melhor futuro para Ponte da Barca, pois quem “faz as terras” são as pessoas. Uma prova de que o melhor também por cá se consegue fazer.

 

 

 

Marina frequenta actualmente o curso de Medicina na Universidade do Minho, pelo que se espera que dentro de alguns anos Ponte da Barca tenha mais um profissional de saúde, que tendo em conta o percurso feito até agora, será com certeza uma excelente profissional.

Parabéns e boa sorte para o futuro!

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:54
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

"Show de Bola" na Assembleia 2

“Show de Bola” na Assembleia 2

 

Mais uma vez tivemos espectáculo de “comédia” na vila. Certamente que qualquer leitor já está farto de ver chamar “comédia” às assembleias políticas, pelo que o verdadeiro significado dessa adjectivação já está de certa forma perdido. Mas dando uma olhadela às melhores citações por lá ditas, o único adjectivo pertinente é mesmo esse.

 

Tudo começa, como não podia deixar de ser, pela ponte medieval, e um bonito diálogo se pode criar com as melhores citações que lá foram proferidas, alternado apenas a sua ordem e contexto:

 

Alguém disse:

“A ponte está uma vergonha; é ver aquele jardim botânico que lá se criou”

Dando seguimento acerca da preocupação geral acerca do estado da ponte, segue-se a mítica frase de José Pontes (PS):

“Não tenho as melhores aptidões para o mergulho”.

Mas tendo em conta que todos os pareceres dizem que a ponte está de “pedra e cal”, Augusta Gabriel (PSD) foca algo que toca a todos os amortecedores que por lá passam:

“O piso da ponte está uma vergonha”

E quando se pronuncia a simples palavra “ponte”, há alguém que desperta: Lino Ventura (PSD), presidente da junta de Lavradas que recentemente recebeu a previsão para a sua freguesia da ponte sobre o rio Lima. E José Pontes (PS) lá teve que acalmar o homem:

“Onde estava o estado nos últimos anos que não fez nada e que agora faz a ponte, o gargalo e requalifica as estradas 101 e 203”.

 

Quando se toca a falar de possíveis “negociatas”, há que montar defesa, como fez Vassalo Abreu:

“Quem não deve não teme”, acerca do “poio 2” que está a ser construído por Sá Taqueiro em pleno centro da vila, e “Estou mandatado para negociar com a EDP”, acerca da Pousada de Lindoso.

 

Havia no PS quem “desse o corpo às balas”, em defesa do executivo:

“Esta é uma Câmara de obra feita” e, noutra intervenção, “Meus amigos, o Vassalo promete e faz”, por Pedro Lobo (PS).

 

No fim, quem sabe metaforizando com os elementos da assembleia, e resumindo o que se passou, fica a citação de Adelino Esteves (citada no contexto real da Capela de Boivivo):

“Lá vem as histórias da carochinha. Estão aqui uns calhaus para calcetar à volta da capela. Merecíamos melhores calhaus para aquele local”.

 

E como nota final, ficam as provas de que este executivo está a fazer obra, ou melhor, obras. Ainda mais espectacular que fazer obras, é o custo de cada uma. Muito dinheiro está a ser investido no concelho. Muitas reflexões são também possíveis, entre as quais, será que o investimento feito vai ser proporcional à evolução que se irá sentir no concelho? Com estes custos, serão as obras que ainda estão a para vir financeiramente viáveis?

A ponte de Lavradas terá um orçamento, se for realmente construída, de 7 milhões de euros, e a Porta do PNPG cerca de 800 mil euros. Mais espectacular que isto é ainda o custo do Centro Escolar de Entre Ambos-os-Rios: 3,4 milhões de euros! Já o novo quartel de GNR custará 1,6 milhões de euros.

Uma coisa também se pode daqui retirar: os Centros Escolares e Lares/ Centros de Dia previstos irão dar muitos empregos, colmatando parte de uma carência que afecta este concelho. A Associação Social e Cultural dos “Amigos da Barca” vai-se tornar um verdadeiro Centro de Emprego!

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:51
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 23 de Março de 2009
Próximos bitaites

Proximos Bitaites

 

As próximas notícias fresquinhas da actualidade barquense, comentadas através da excelência da informação de "má língua" que este blog vai tentando fazer, são já no próximo sábado.

Muitas notícias, incluindo a ausência nas fotos jornalísticas dos políticos nos recentes "comes e bebes", até ao restyling do choupal, passarão por cá.

 

Por isso, até lá!


sinto-me:


barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Saga "Palhaçadas" continu...

Maravilhas naturais, turi...

Palhaçadas de Carnaval

Menino Jesus vs Pai Natal

Reunião(ões) da(s) Jarra(...

O "Vosso" executivo e o 3...

Um executivo empregador

Gripe Ai!, não faça o "ra...

Fugir de homossexuais: el...

"Pai" Barqueiro e os pres...

Terminou o forrobodó! Mai...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Novela de Verão: "Meu S.B...

Dossier Autárquicas 2009

Vassalo "Summer Sessions"

O destaque de sempre: Lim...

A "Nata" Barquense

A Fórmula Cultura+Turismo

A "Colmeia" das "Abelhinh...

Barquenses votaram Europa...

Certame político-religios...

"Novo Rumo" com "velhos" ...

Política passeando pelas ...

Bitaitadas frescas

Mais um ano com os livros

De Ponte da Barca a Lisbo...

Pontes da decadência

Diácono de Lindoso ajoelh...

Viva a liberdade, e o iní...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds