Domingo, 28 de Outubro de 2007
Barca: terra santa do minho

Barca: terra santa do minho

Depois de tantos episódios de "Mais um servo de Deus em Ponte da Barca" (se ainda não viu, veja a lista de anteriores artigos deste blog), a nossa imprensa, em final de mês de Outubro ainda nos brinda com artigos sobre os novos padres do concelho, assunto já mais que tratado durante o mês de Agosto e Setembro. Desta última (esperemos) vez, foi no "Notícias da Barca" por M.C. Soares, tocando mais uma vez no assunto da ordenação de Jorge Silva da freguesia de Bravães. Depois de "beijarem os pés" aos seus superiores durante a ordenação (ao que dá a entender pelas fotos divulgadas), o que mais serão capazes de fazer estes novos padres que são ordenados por estas terras? Muitos padres recém ordenados por esse país fora têm-se queixado de falta de condições dada pelos seus paroquianos! É verdade! Os padres estão cada vez mais exigentes, como é o caso do seguinte testemunho dado pelo padre Ezequiel, no vídeo que se segue:

 

No jornal "O Povo da Barca", Luís Arezes vem também tocar nos assuntos religiosos destas terras. Vem chamar a atenção para o esquecimento dos 100 anos da Santinha da Barca. No seu artigo são dadas muitas informações acerca desta santa barquense, que em 1906 é tornada "santinha" após ter sido descoberto que o seu corpo se encontrava "direitinho" após 12 anos de "residência" no seu jazigo. O seu corpo perdura até hoje, após ter sido posteriormente conservado com recurso a "cal e ácido". Seu verdadeiro nome, de pessoa comum da sociedade daquela época, era Utelinda do Nascimento Barbosa. Com certeza que esta "santinha" é um marco na história das crenças religiosas do nosso concelho. Mas o que é que era esta "santinha" na realidade? Era, no fundo, uma mulher que pelo facto de não ter apodrecido normalmente enterrada na terra após a sua morte se tornou santa segundo as crenças locais. Mas que é isto? "Banha da cobra"? E a quem a vendeu e a tornou lenda durante esses precoces anos do século XX, o povo também poderia insultar da forma como costuma fazer a impostores: "Os senhores são mas é uns grandes filhos de Deus, pá!"... "E santinhas na Barca também há muitas!".

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:55
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Saga "Palhaçadas" continu...

Maravilhas naturais, turi...

Palhaçadas de Carnaval

Menino Jesus vs Pai Natal

Reunião(ões) da(s) Jarra(...

O "Vosso" executivo e o 3...

Um executivo empregador

Gripe Ai!, não faça o "ra...

Fugir de homossexuais: el...

"Pai" Barqueiro e os pres...

Terminou o forrobodó! Mai...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Novela de Verão: "Meu S.B...

Dossier Autárquicas 2009

Vassalo "Summer Sessions"

O destaque de sempre: Lim...

A "Nata" Barquense

A Fórmula Cultura+Turismo

A "Colmeia" das "Abelhinh...

Barquenses votaram Europa...

Certame político-religios...

"Novo Rumo" com "velhos" ...

Política passeando pelas ...

Bitaitadas frescas

Mais um ano com os livros

De Ponte da Barca a Lisbo...

Pontes da decadência

Diácono de Lindoso ajoelh...

Viva a liberdade, e o iní...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds