Domingo, 21 de Junho de 2009
Certame político-religioso de Ballancourt

Certame político-religioso anual de Ballancourt

 

Como já devem ter reparado, e bem, se leram por exemplo o "Notícias da Barca", decorreu mais uma vez o que o barqueiro poderia chamar de "Certame Político-Religioso Anual de Ballancourt". Foi nos passados dias 23 e 24 de Maio que tudo decorreu com a habitual e infeliz normalidade. E pode-se dizer "infeliz" porque a forma como este evento tem sido noticiado para a população barquense cá residente justifica esse mesmo adjectivo. Basta estar atento ao título e subtítulo do "Notícias da Barca", em que se podia ler "Ballancourt (França) aproxima barquenses - Fanfarra dos BV nas Festas de Nª Sª de Fátima projecta o nome da nossa terra". Lendo o artigo noticioso sobressaía a ideia de que os Bombeiros de Ponte da Barca foram confratenizar com os de Ballancourt, numa festa religiosa popular tipicamente portuguesa numa localidade francesa com uma forte comunidade emigrante do nosso concelho. Pelo meio a breve, e talvez indiscreta (depende das interpretações), referência ao presidente da câmara Vassalo Abreu. Pelo que foi noticiado e pelas muitas fotos divulgadas, podemos ver que também o Padre Belmiro Amorim, de Britelo, e mais algum do staff da câmara municipal, como o vice-presidente, se deslocaram à festa. Analisado que está o destaque dado nesta fonte da imprensa regional à confraternização das corporações de Bombeiros, como se pode ver no título e texto, pode-se fazer uma outra análise: das 32 fotos da notícia divulgada, 3 contavam com a presença dos Bombeiros de Ponte da Barca, e 6 com a presença de Vassalo Abreu com ou sem o seu "staff". Nota-se por isso uma desproporcionalidade de destaque entre o que se escreveu (destaque aos Bombeiros) e o que se fotografou (destaque aos políticos do executivo).

 

 

Vistos os factos, o barqueiro deu-se à liberdade de fazer umas divagações, não confirmando nem desmentindo a hipótese de se estarem a fazer segundas leituras (essas ficam entregues aos leitores).

Primeiro, aquilo que se verificava no século XVIII, que as "diversões" do povo eram basicamente "procissões, touradas e Autos de Fé" (palavras de José Saramago in Memorial do Convento), ainda hoje é incrivelmente válido.

Segundo, o poder político não poderia deixar de escapar a oportunidade de gozar da sua velha aliança com a religião para "alimentar" a alma dos seus fiéis. Daí poder ser visto como "certame político-religioso", ou, por outras palavras, promoção política de mãos dadas com os padres, em nome das Nossas Senhoras.

Terceiro, ficou confirmada a confusão de ideologias que paira no executivo da câmara municipal: a sua, pelo menos aparente, proximidade ao povo roça a esquerda, já que se assumem como membros do PS, vai buscar o provincianismo do seu estilo de gestão ao tempo da Velha Senhora, vai buscar um pouco de fascismo à forma como se insere e tenta conhecer/ controlar a malha político-social de uma terra pequena como Ponte da Barca, e ainda vai buscar um pouco da alma conservadora católica ao CDS-PP, que se bem se lembram, até estão coligados, pelo menos na prática (o fenómeno exotérico de uma aliança PS-CDS).

Quarto, e para finalizar, o "Notícias da Barca" tem-se mostrado um aliado indispensável para quem quer seguir (como é o caso do barqueiro) todas as actividades/ quotidiano da "nata" de Ponte da Barca que se diz de "Socialista" ...


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:15
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 2 de Novembro de 2008
Uma oposição de bitaites

Um PSD de Bitaites, um PS de Obras...

 

Onde está a oposição política em Ponte da Barca? Onde anda esse anunciado "novo" PSD do velho Cabral de Oliveira? O barqueiro e uns mais barquenses já a viram... é certo. Mas o fulgor inicial com que a comissão política de Cabral de Oliveira se apresentou há já algum tempo que se esvaneceu...

Não é que esse fulgor não tenha sido surpreendente... Sobre isso este blog já se expressou o suficiente: esse fulgor não foi mais do que uma proposta anunciada como "inovadora" para o concelho, mas com muitas "caras velhas", que se baseou no ataque ao que este PS tem feito em comparação com os anteriores executivos do PSD. Foi aí que este PSD depressa acabou com o factor surpresa nos eleitores barquenses: criticar o PS tudo bem, mas comparar com um modelo de governação PSD que já tardiamente foi chumbado pelos barquenses?! Bem, ... entre o que até agora se conhece dos 2 partidos... "venha o Diabo e escolha!". Veremos como o actual executivo joga com o velho trunfo político "obras públicas em véspera de eleições"...

Acabado o anúncio de um "novo rumo" para a Barca, essa oposição tem limitado a sua actividade a "bitaites jornalísticos". A cada número dos jornais barquenses lá vem um artigo de crítica escrito por alguém do partido... O que se tem tornado numa monotonia que faz esquecer os barquenses que estamos à porta de ano de eleições, e de que, mais importante que isso, se existe, qual as alternativas políticas disponíveis para Ponte da Barca.

 

Há umas semanas atrás o "bitaite" acerca da manobra de campanha rosa da distribuição dos já "míticos" Magalhães pelas escolas...

 

Depois veio a visão de, lia-se no título do artigo, "(...) um deputado municipal sobre as obras na vila". Falava da destruição de empedrados medievais de seixos rolados, como em frente ao Palacete de Sto António do Buraquinho. Um atentado ao património histórico local, mas que o próprio partido que ele representa também já praticou nos seus executivos: quem não se lembra das obras onde se levantaram as pedras de um caminho romano junto à Rua Trás do Forno para colocar tampas de saneamento?! E assim se escreveu um artigo em que a humildade de identificação do autor presente no título foi substituída pela atitude típica de um "varão político" na assinatura do mesmo: "Augusto Cezar de Magalhães Sant'Ana (Prof. Doutor)".

 

Mais recentemente lá vinham outra vez: "Câmara manda GNR para longe". É certo que desta vez têm crítica construtiva ao terem a alternativa de fazer esse mesmo quartel no actual Quartel de Bombeiros, de modo que as forças de segurança ficassem no centro da vila...

 

É necessário mais do que "quase insultos", como já vimos quando reapareceu Cabral de Oliveira, e como certamente voltará a acontecer, e é necessário mais do que queixas daquilo que é feito pela câmara actual... E já agora também se passa sem as comparações com os anteriores executivos... é que só é útil para ver qual o mais "fraquinho"...

Quanto ao PS, não tem feito mais do que tradicionalmente e infelizmente compete a quem está no poder político: mostrar obras quando as eleições estão à porta... nem que sejam apenas máquinas a mexer!

Ponte da Barca necessita de "um novo rumo", como já foi dito por esta nova "velha" Comissão política laranja. Algum dos políticos da terra pode fazer o favor de demonstrar qual o novo rumo tão ambicionado?

 

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:04
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008
A Volta a Ponte da Barca em Comezainas e derivados em BD

A Volta a Ponte da Barca em Comezainas e derivados em BD

 

Na Sardinhada de Oleiros

 

O bom vinho esteve presente..., e os bombeiros também... sempre alerta para aqueles que entrassem em sobreaquecimento...

 

 

A classe política sempre presente...


 

 

Na malhada de centeio em Lindoso

 

Aproveitou-se para encher o bucho...

 

 

E aproveitou-se ainda para ver alguns políticos em momentos de diversão... Estiveram muito à vontade na malhada de centeio... uma área que parecem dominar há muito...

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:18
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 27 de Abril de 2008
Nova Ambulância para Bombeiros: mais espectáculo que a gente gosta!

Nova Ambulância para Bombeiros: mais espectáculo que a gente gosta!


Mais uma viatura, mais uma cerimónia! E é assim que em Portugal e em Ponte da Barca se passam as coisas. Os bombeiros Voluntários, em crise, e com meios que não abundam, recebem uma nova Ambulância. Até aí tudo de bom! Como não poderia deixar de ser, com personalidades à mistura e com a bênção da Igreja, numa data em que se celebra os 34 anos de Estado laico, com liberdade religiosa e sem crença religiosa oficial. A tudo isto se mistura mais uma homenagem ao falecido Dr. Carneiro, numa entrega de ambulância. Uma ambulância, segundo a imprensa, com “particular dedicação” ao Dr. Carneiro, que já fora presidente dos Bombeiros, e cuja bênção fora apadrinhada pela viúva Susana Carneiro.

Após os episódios de bênçãos de carrinhas para as freguesias, mais uma vez Ponte da Barca não nos deixa ficar mal… pelo menos em matéria de número cerimónias por unidade de tempo e de espaço.

Mais uma cerimónia. Mais uma bênção. Mais um retrato de Portugal. Mais uma missão cumprida para o barqueiro.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 19:22
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 18 de Novembro de 2007
Ponte da Barca "estéril"

Ponte da Barca "estéril"

 

"Triste sina a da Barca" dirão alguns... De facto, apesar de serem as pessoas que traçam a sua própria sina, ou pelo menos parte dela, neste caso, que disser tal expressão acerca de Ponte da Barca vai, infelizmente, ganhando cada vez mais razão. A "sina da Barca" já se vai desenhando há muitos anos, e cada vez se vai tornando uma "sina" no verdadeiro sentido da palavra, na medida em que as voltas a dar por cima desta terra estéril que a Barca se tem tornado vão sendo cada vez menos - parece que cada vez mais há menos volta a dar a este triste futuro.

 

                                            

 

Terminadas estas "retóricas" iniciais passemos de facto ao assunto objectivo: a demissão do Comandante dos Bombeiros Voluntários. Parece que esta terra é cada vez mais estéril, nada "se dá aqui": são os projectos que raramente dão "frutos", são as superfícies comerciais que "não querem nada com a Barca", são as zonas industriais que também têm o mesmo "comportamento", é o concelho que vai perdendo influência face aos concelhos vizinhos, etc., etc.. Desta vez é o comandante dos bombeiros José Braga que se demitiu, dando sequência à crise que também já vai longa nos bombeiros, particularmente na fanfarra que vive maus tempos. Algumas das razões da demissão, que vêm publicadas na carta de demissão, são "a falta de operacionalidade", que levam a que as ambulâncias saiam "apenas com o motorista, porque não há maqueiro", uma boa parte dos bombeiros "nem formação querem fazer", e "um determinado grupo liderado pelo 2º comandante que mais não fazem que boicotarem no seu dia a dia quem quer dar o melhor que sabe e pode, em prole desta causa humanitária.". Triste sina, de facto, a da Barca. Faça-se algo definitivamente pela Barca! É importante. E como muito bem disse José Braga, "das atitudes se completam os HOMENS".  


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:28
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 30 de Setembro de 2007
"Comes e bebes" de Verão 2007 V

Sardinhadas e outros "Comes e bebes" de Verão 2007 V

 

As comemorações dos 72 anos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca tiveram lugar no dia 19 de Agosto, em plena época de espírito festivo de S. Bartolomeu. Parece que as comemorações tiveram como destaque o apelo do presidente da assembleia geral Engº Domingos Barroso para a construção de um novo quartel de bombeiros para conseguir dar resposta às necessidades dos "soldados da paz". Como vem noticiado na imprensa regional, inúmeras pessoas "importantes" estiveram presentes: o governador civil Pita Guerreiro, o presidente da Câmara Vassalo Abreu, o presidente da assembleia municipal Paulo Pimenta, o representante da Liga dos bombeiros Agostinho Teixeira, o comandante Operacional Distrital dos Bombeiros Costeira Antunes, blá .., blá .., blá .. Deixemos de "encher chouriços" e enchamos as barrigas...

O corte do bolo de aniversário no início de uma época festiva que fazia antever grandes "congestões"...

NOTA: O governador civil Pita Guerreiro ainda sugeriu em discurso que fosse construído um quartel para servir Ponte da Barca e Arcos de Valdevez, o que não deve ter agradado ao típico barquense de gema que quer ser melhor do que todos os outros, desde os vizinhos, até às freguesias adjacentes e concelhos relacionados...



talhado por o barqueiro às 07:57
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Certame político-religios...

Uma oposição de bitaites

A Volta a Ponte da Barca ...

Nova Ambulância para Bomb...

Ponte da Barca "estéril"

"Comes e bebes" de Verão ...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds