Sábado, 8 de Agosto de 2009
Vassalo "Summer Sessions"

Vassalo "Summer Sessions"

 

Mais um Verão, mais "comes e bebes" para os políticos e para o seu povo. Este poderá ser um Verão ainda mais quente do que aquele que este blog acompanhou no ano passado. O facto de estarmos perto de época de eleições poderá ser um factor de motivação extra para esse tipo de eventos. Este ano, como não poderia deixar de ser, também o barqueiro tem tentado acompanhar os "comes e bebes" onde os políticos locais vão estando presentes. Poderiam chamar-lhe Vassalo "Summer Sessions", ou simplesmente, em bom português, os "comes e bebes" de um executivo em época pré-eleitoral. Os funerais, esses ficam para quem a eles assistir, pois não andarão muito longe disto.

 

 

O São João em Britelo foi intenso, e contou, tal como foi noticiado no Notícias da Barca, "com as majestosas presenças" do presidente de câmara e seus membros, presidente de junta e padres.

Aqui ficam as "majestosas" presenças do presidente de câmara Vassalo Abreu e das "majestosas" sardinhas e costeletas.

 

    

 

Na Sardinhada de São João do Centro Social de Entre Ambos-os-Rios, com Vassalo falando no pinhal para "ricos" e para "pobres" (como já disse José Amaral).

 

 

 

Como não podia deixar de ser, a costela de democrata cristão (como se auto-intitula Paulo Portas) levou o executivo à procissão da Nossa Senhora da Paz, e Vila Chã S.João. Infelizmente não foi ao 92º aniversário da aparição que a Santa voltou a aparecer.

 

 

 

1700 Séniores, e não só, no Santoínho. Ou melhor, "milhar e setecentos" como na capa propagandística do Notícias da Barca. Oportunidade para o executivo comer, beber, falar com "ricos e pobres" e ver o presidente da câmara com a sua costela democrata cristã no altar, talvez para a leitura de um dos muitos episódios bíblicos.

 


 

 

Pensem no título do artigo no Notícias da Barca sobre a Feira da Pequenada: "Centenas de crianças divertiram-se na Feira da Pequenada em Ponte da Barca". Agora pense na foto publicada para reportar esse evento (em baixo). Agora imagine o título+foto, e veja os sentidos que poderão achar nessa conjugação. Foi precisamente aquilo que foi publicado no referido jornal.

 

 

 

Com toda a pompa e circunstância, executivo camarário, junta de freguesia, Rancho Folclórico e jornalistas lá foram fazer uma inauguração a Vila Nova de Muía... da 1ª fase... do... Saneamento Básico da freguesia! Hino ao provincianismo e à mediocridade. Depois de um posto de transformação da EDP, um saneamento... estamos a elevar o patamar!...

 

 


 

O programa de Verão da SIC esteve em Ponte da Barca. Belo cenário escolhido para aparecer na TV, com a zona ribeirinha, a ponte medieval e o choupal "decapitado". Não podia faltar o discurso do presidente da Câmara. Houve oportunidade para ouvir o cantador Carlos Ribeiro pedindo a Merche Romero para mamar nas suas mamas, e para escolher Jaime Ferreri para uma rubrica que dá destaque a pessoas do povo, do saber popular e da tradição que se destacaram na sua comunidade. Onde é que há melhor?!... não há melhor...

 

 

 

O olhar deste blog termina no lançamento da Primeira Pedra da Sede de Junta de Oleiros. "O Senhor Presidente Vassalo Abreu fez mais em três anos e meio por a nossa freguesia que alguns presidentes de Câmara juntos", declarou Manuel Lima, o presidente de junta da freguesia. Por que partido te vais candidatar agora nas próximas eleições, presidente de junta? É a dupla Manuel Lima - Vassalo Abreu a animar um pouco esta época pré-eleitoral.

 

 

 

 

 


sinto-me:


Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
Época de c(h)eias...

Época de c(h)eias...

 

Os "comes e bebes"  têm um dos seus períodos áureos nesta época que agora acabou. É o Natal e os Reis que se juntam e que cativam toda a malta, inclusive os políticos, que não podem faltar. É um paradigma da política: os políticos, para de alguma forma "pescar" popularidade, da qual se "alimentam", mostram estar próximos das pessoas, de alguma forma dar-lhes alguma coisa, nem que seja apenas simpatia... mas de facto quem está a dar são as pessoas... e a receber são os políticos... comida! Ou seja, estão a receber duas vezes!...

Após esta complexa análise sociológica, falemos sobre estas c(h)eias, que deixam cheias as barrigas de quem delas usufrui. Tudo começou pelas ceias de Natal. José Pontes lá estava a representar a Câmara numa ceia do Rancho Folclórico de Entre Ambos-os-Rios, provavelmente só a título de exemplo.

O expoente máximo destes eventos dá-se na época de Reis. Mais uma vez realizou-se a Ceia de Lindoso. E quem lá estava mais uma vez? O deputado Jorge Fão, um habitué deste jantares. Quem não se lembra das anteriores edições destas ceias, inclusive neste blog?! Para além de cá vir todos os anos comer, parece fazer algo de útil: foi mais um dos que esteve envolvido (ou querem envolver) na obtenção da grande obra que é a Ponte de Lavradas. O presidente de câmara, Vassalo Abreu, lá estava, indo até à cozinha, talvez para dar apoio moral às cozinheiras, de quem o sucesso de evento mais dependia.

 

 

 

Aproveitando a época de "vacas gordas" gastronómicas, o deputado Jorge Fão esteve presente também na Ceia de Natal do PS. Mas não foi, nem de perto nem de longe a figura do convívio socialista. As maiores figuras presentes nesta sessão de abastecimento de "depósitos gastronómicos", como José Pontes disse numa mítica assembleia municipal, foram Vassalo Abreu, Adolfo Ferreira, o presidente da comissão política, e José Pedro Amaral, líder da ex-pseudo e agora real JS. Sob o lema "Nunca se fez tanto em tão pouco tempo!!!", falou-se da "novidades", como o anúncio de recandidatura por Vassalo Abreu, das obras que foram e estão a ser feitas por este executivo PS, tendo como termo de comparação o pouco trabalho feito pelo PSD ao longo de anos, e falou-se dos projectos, esses ainda mais que as obras em execução. José Pedro Amaral aproveitou mais uma vez para mandar umas farpas à oposição, sendo que desta vez, farpas em versão oficial, têm outro encanto.

 

 

 

Será que isto de fazer muito em pouco tempo de facto convenceu os presentes, e mais do que isso, todos os barquenses? Isso veremos nas autárquicas deste ano. Uma coisa é mais do que certa: o PS já começou a fazer pela vida, e este comício espelha exactamente isso!

Se por um lado muitos acham que as obras que estão a ser feitas são muitas e boas, existirão sempre outros que não são suficientes para merecer uma vitória. Por outro lado este executivo pode merecer do benefício de se pensar que apenas um mandato é pouco para se por os planos em prática. Por outro lado ainda, este executivo pode também beneficiar do fraquíssimo termo de comparação que tem, que são os anteriores executivos do PSD, que governaram durante bem mais tempo que o PS no concelho, e pode-se dizer que praticamente nada fizeram para desenvolver o concelho, quando se pensa em todos esses anos. Tendo um termo de comparação tão fraco, não será difícil demonstrar que pelo menos se fez mais que o PSD, tendo em conta o curto tempo do PS no poder! Numa outra perspectiva, o actual executivo PS já fez "borrada" que chegue para tão pouco tempo. O barqueiro vai apenas exemplificar: o urbanismo continua a mesma "bosta", em relação aos anteriores executivos, e os jogos de interesses basicamente dão seguimento à mesma escola, como é o caso da pseudo-aliança PS-PP, que permite (talvez) arrecadar mais votos, e mais do que isso, entregar a senhores como José Manuel Amorim e seus "amigos da Barca" poderes sobre futuras instituições sociais que estão a nascer em Ponte da Barca.

Como se pode ver, a ponderação de voto é complexa de se fazer, apesar de estes pontos serem apenas uns de entre muitos! Além disso o processo de campanha 2009 só ainda agora começou, apesar de não oficial, e pelo PS. Virão os outros partidos, e sobretudo o PSD, que apesar de ter exercido uma oposição de qualidade duvidosa durante estes anos, irá com certeza discutir até à última o "poleiro mais desejado". Ainda muito folclore está para vir!...

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 01:40
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (3) | favorito

Domingo, 18 de Novembro de 2007
Desporto de aventura em grande

Desporto de aventura em grande

Decorreu dia 3 de Novembro o "II TT Serra Amarela", evento que ao que parece decorreu mais uma vez de forma muito elogiosa. Aliás, este tipo de eventos, relacionados com as motos e o todo-o-terreno, têm tornado estas zonas do Alto-Minho locais privilegiados e reconhecidos em todo o país para este tipo de desporto aventura, que ao mesmo tempo se tornam em grandes convívios. Este percurso em particular foi organizado pelo Motoclube "Lobos Vadios" de Entre Ambos-os-Rios. O percurso incluiu grande parte das freguesias do concelho e contou com participantes de concelhos tão afastados como Famalicão, Guimarães e Esposende. Esta é uma área que tem demonstrado que nas nossas terras grandes organizações também são possíveis.

Que se torne exemplo para as áreas fulcrais do concelho, e quanto aos amantes do TT , novas "acrobacias" por esses montes do concelho os esperarão para um próximo evento, a julgar pela adesão que tem sido vista nos últimos tempos.

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:03
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 23 de Junho de 2007
Boletins "escarrativos"

Boletins escarrativos "

Os "Boletins Informativos" distribuídos desde o início deste ano dando a conhecer as Freguesias de Vila Nova de  Muía , Entre Ambos-os-rios, Britelo e Bravães são o exemplo não só do que de melhor se faz nessas mesmas terras, como dos seus "escarros", não específicos de cada local, mas sim os "escarros" que só os barquenses conseguem fazer: algo que já faz parte da sua caricatura.

Voltando um pouco atrás, esse boletim, e segundo excerto do seu "editorial" "(...) surge no sentido de informar a população sobre eventos, cultura, economia, tradições, gastronomia, paisagem e outros que contribuam para a elevação do conhecimento e para a sua valorização pessoal."

 

Resumindo: Tretas!!! Não chegando ao ponto de tanto "deitar a baixo", verdade seja feita: algumas destas áreas foram destacadas, como sejam os "eventos" e "tradições".

Foram destacadas, e bem, os projectos da Associação Social e Cultural de Britelo , desenvolvendo interessantes actividades de acção social e desportivas para os mais jovens, o centro Social de Ambos-os-rios, no apoio a idosos, a prova de motocrosse Taça de Ouro "Terras da Nóbrega" em Vila Nova de Muía , a representação teatral em Bravães da Mui  Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo", o Voluntariado Jovem para as Florestas e Sapadores Florestais de Entre Ambos-os-rios, etc. Até aqui tudo muito bem. Já no que diz respeito às tradições, estas são extremamente valorizadas, como já é hábito nas nossas freguesias. Porquê não acabar com pelo menos metade delas, dedicando-lhes um mero papel de divulgação cultural e não de "borgas à moda antiga"? É que o problema é que estas "roubam" habitualmente lugares de destaque para o património natural e arquitectónico, que afinal é a maior potencialidade do nosso concelho e até do país.  Querem exemplos? Então vejam este "boletim", e vejam a importância atribuída ao património histórico, por exemplo. Vêm-se fotografias da "Anta de Chão de Cabanos " em Britelo , da Igreja de Bravães, da "Fonte Santa" também em Bravães, de uma ponte, nem se sabe se romana se medieval, em Entre Ambos-os-rios, etc.  E a história destes monumentos, estes sim, dos maiores valores destas freguesias? Alertam-se aqui os senhores José Domingos Fernandes, José Alberto Cerqueira e Inocêncio Araújo por serem os presidentes de junta das freguesias referidas e acerca das quais escreveram. Por favor, não sigam maus exemplos que vemos por este país fora, e valorizem os seus monumentos, que são das maiores pérolas das vossas freguesias, e às quais muitas dão-se ao luxo de não possuir. E querem saber que mais? Façam como o senhor Abílio José Silva, o presidente de Vila Nova de Muía , que neste aspecto merece os maiores elogios em dedicar uma página de referências históricas do grande símbolo patrimonial que é o Mosteiro de Santa Maria de Vila Nova de Muía . De referir também a torre medieval da aldeia, pertencente à estrutura do mosteiro, cujo triste estado em que se encontra se deve a um proprietário com pouco sentido do que é possuir um património arquitectónico histórico.

 

 

 

Mas, eis que no fim do contas todo este bonito e muito estático "Boletim" de divulgação destas freguesias, exibe uma das maiores "fachadas" aos leitores: os sites das Juntas de Freguesia, cujo facto de estarem integrados num programa de modernização administrativa têm feito apenas com que estejam inacessíveis aos cibernautas há pelo menos alguns meses, depois de alguns deles já terem estado activos e actualizados. Será o típico desleixo barquense, em que algo só dura enquanto é novidade?


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 21:40
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sexta-feira, 6 de Abril de 2007
Redistribuição florestal no dia da árvore

Redistribuição florestal no dia da árvore

Na última edição do Notícias da Barca é noticiado que no dia 21 de Março, no âmbito das comemorações do Dia da Árvore, em Entre Ambos-os-Rios e Lindoso plantaram-se, como é óbvio, árvores. Na primeira freguesia, estes actos que valem pelo simbolismo de protecção da natureza, foram realizados por vários centros sociais, incluindo o da própria freguesia, e na segunda freguesia as árvores foram plantadas pela associação cultural da aldeia e pelos alunos da escola de Lindoso.

A ilusão (ou talvez não) que estes acontecimentos podem criar nos leitores é o da redistribuição florestal no concelho: plantam-se árvores em Entre Ambos-os-Rios e Lindoso para compensar aquelas que foram abatidas na vila. As árvores que embelezam a vila de Ponte da Barca têm sido cortadas dos passeios e canteiros da via pública. Uma das portas para o verdíssimo Parque Natural Peneda-Gerês, Ponte da Barca, está a "cortar" o seu património  natural, que apesar de serem apenas umas arvorezinhas são um verdadeiro símbolo de uma das maiores riquezas do norte de Portugal - a floresta - para além de permitir aos turistas, para não falar dos frequentadores das tabernas barquenses, uma bela sombrinha em dias mais esquentados.

 

Mas o barqueiro também compreende esta posição da Câmara Municipal: qualquer Câmara Municipal comete as suas loucuras, assim como a comum das pessoas, que como o próprio nome indica são loucas, e por isso imcompreensíveis para muitos. Porém seria muito bom que no final deste mandato a maior das loucuras cometidas pelo executivo camarário fosse no balanço geral o abate das árvores das ruas da vila. Neste capítulo, esta câmara terá que se esforçar muito para superar o anterior record no ranking das loucuras politiqueiras camarárias: o parque de estacionamento subterrâneo. Mas como a história politiqueira da Barca nos tem ensinado que muitas vezes os records da loucura são facilmente e sucessivamente quebrados, o barqueiro só tem um conselho a dar à Câmara Municipal: se quiserem entrar para a linha da frente do ranking deste tipo de loucuras basta concretizarem o sonho do povo da freguesia de Lavradas, ou seja, a contrução de uma ponte rodoviária sobre o Lima a ligar a freguesia à IC28. O futuro está nas vossas mãos: ou gastam o dinheiro em coisas que sirvam verdadeiramente a população de todo o concelho e ainda poupam mais outro tanto, dadas as condições financeiras actuais, ou constroem uma ponte cujo colossal custo irá servir as birras de "meia dúzia" e seu presidente de junta, e assim entram para o 1º lugar do ranking das loucuras políticas barquenses.

 

NOTA 1:  É que segundo alguns rumores, a ponte pode mesmo avançar!!! Esperemos para ver.

 

NOTA 2: Esperemos que as árvores que resistiram até agora ao abate sejam para ficar! Será que novas árvores vão ser plantadas na vila? É o que também futuramente veremos. 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 23:55
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Vassalo "Summer Sessions"

Época de c(h)eias...

Desporto de aventura em g...

Boletins "escarrativos"

Redistribuição florestal ...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds