Domingo, 29 de Março de 2009
Marina Gomes: mais um ano, mais um "barqueiro"

Mais um ano, mais um “barqueiro”

 

Desta vez o destaque do Rotary Club ao melhor aluno do passado ano lectivo da Escola Secundária coube a Marina de Sousa Gomes. Este blog, e o barqueiro, prestam também aqui a sua homenagem a esta brilhante aluna, como uma forma de reconhecimento de mérito (19,3 valores). Todos os anos assistimos à saída de excelentes alunos do nosso concelho para Universidades, com brilhantes classificações, sendo uma esperança de um melhor futuro para Ponte da Barca, pois quem “faz as terras” são as pessoas. Uma prova de que o melhor também por cá se consegue fazer.

 

 

 

Marina frequenta actualmente o curso de Medicina na Universidade do Minho, pelo que se espera que dentro de alguns anos Ponte da Barca tenha mais um profissional de saúde, que tendo em conta o percurso feito até agora, será com certeza uma excelente profissional.

Parabéns e boa sorte para o futuro!

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:54
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 30 de Março de 2008
Mais um “barqueiro”: Denis Gabriel

Mais um “barqueiro”: Denis Gabriel


Mais uma vez os Rotários de Ponte da Barca premiaram o melhor aluno do 12º ano da Escola Secundária. Para além de todas aquelas coisas que já neste blog foram ditas acerca deste clube e de algumas das suas pessoas, convém também ser possuidor de sinceridade e deixar aqui mais um elogio (e já vão alguns mais nestes últimos artigos do blog) aos Rotários, que todos os anos têm premiado o mérito e trabalho de jovens barquenses que se destacam com boas carreiras escolares, no momento em que passam para uma carreira académica. São eles a esperança de uma terra melhor, e os poucos símbolos de sucesso e prosperidade no concelho. Desta vez foi Denis Gabriel, que passa a ser mais um “barqueiro” para este blog, um exemplo. Encontra-se este ano a frequentar o curso de Medicina na Universidade de Lisboa, tendo concluído o ensino secundário com a melhor média: 18 valores.

Fica também deste blog o destaque e felicitação a este jovem exemplo barquense. Continuação de sucessos e de bom trabalho são também os desejos do barqueiro.




sinto-me:

talhado por o barqueiro às 18:29
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007
O Futuro é lá fora e cá dentro

O Futuro é lá fora e cá dentro

No último "O Povo da Barca" é tema de capa a entrevista aos 3 jovens barquenses que estudam na República Checa, no 1º ano do curso de Medicina. São eles Ana Rita Lima e João Dias de 18 anos e Mário João Vianna Pereira de 21 anos. Todos revelam uma grande satisfação com esta experiência no estrangeiro, que certamente lhes trará muitas mais valias que o estrangeiro e a globalização podem dar. É um exemplo para todos os estudantes barquenses e até portugueses, na medida em que devido às altas médias exigidas em Portugal para o curso de Medicina, o estrangeiro é uma opção que se apresenta àqueles que desejam esse curso e essa carreira profissional e não o conseguem por cá. É sobretudo um investimento no futuro, que infelizmente ainda poucas famílias fazem em relação aos seus jovens. Mais uma vez o barqueiro diz que a formação é algo que deve estar na prioridade dos portugueses, e só assim se fará de Portugal o país competitivo que todos desejam, mas poucos o tentam.

 Outros problemas, porém há a apontar. Entre eles o facto de ainda não haver certeza se a frequência deste curso nesse país terá equivalência, como já foi apontado na reportagem que a SIC já teve oportunidade de passar a propósito da realidade destas jovens portugueses no estrangeiro. Verdade é também que poucos terão possibilidades económicas para frequentar um curso no estrangeiro, particularmente na República Checa, onde as despesas se cifram em muitos milhares de euros por ano. 

No "O Povo da Barca" é também referido que a "República Checa - como o futuro - , para quem quer muito atingir um objectivo, é já ali!". Não querendo desprezar o sucesso destes jovens nos seus estudos e todo o valor que o jornal atribui, o futuro poderá ser, com certeza, no estrangeiro, para quem não tem possibilidade de por cá prosseguir, como também está cá em Portugal. Não podemos esquecer o igual ou superior relevo na carreira académica dos jovens barquenses que estudam nas nossas universidades, ou que por exemplo conseguirão entrar este ano e nos próximos nas universidades nacionais com um nível escolar elevado que lhes permita continuar por cá, e muitas vezes com baixos poderes económicos das suas famílias. Por isso o barqueiro diz que o futuro de Ponte da Barca promete, tanto "lá por fora como cá dentro do país". Mas como o que o barqueiro não diz nada que se leve de forma séria, se calhar não era a ele que cabia estes esclarecimentos... 



talhado por o barqueiro às 14:17
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 23 de Junho de 2007
Repudiemos a "Fusão"!

Repudiemos mais um pouquinho a "fusão" das escolas (encerremos isto que já cheira mal!)

Em mais uma das suas "fantásticas" revisões da actualidade noticiosa barquense, o barqueiro lá se deparou com a "Fusão da Escolas", desta vez na assembleia municipal. Foi, por acaso, uma das poucas vezes que se viu, pelo menos nas notícias, que este assunto da "fusão" foi discutido na assembleia, e não nas escolas, como na secundária, um local onde as associações de pais deveriam dar a voz aos alunos e pais, e não dar a voz às várias  corzinhas " barquenses. Parece que as "cores" fervilham no sangue do estereótipo barquense. E ainda faltam uns tempinhos para as eleições!!!

 

No caso específico do concelho de Ponte da Barca, as coisas nunca foram tratadas da forma certa, e raramente no local e posturas certas. As "cores" impuseram-se à racionalidade. Nas reuniões convocadas pelos jornais para os pais estarem presentes, só faltavam as bandeiras dos partidos em confronto.

 

Apesar destas posturas serem muito tipicamente barcalhoenses , mesmo que não o fossem se calhar pouco efeito teriam junto dos órgãos de decisão central DREN e Governo). As pessoas têm também que ter a consciência que as velhas escolas primárias estão a acabar, e a actual situação de países ditos de desenvolvidos força à cada vez maior "centralização" do ensino. É mau?! Por um lado as muitas crianças são sujeitas a stress de terem que percorrer grandes distâncias até à vila. Por outro, acabam-se as escolas das "senhoras professoras" de "cana ou régua na mão", e "consoada e folar" na outra. As crianças saem dos velhos hábitos das aldeias interiores, onde o ambiente é de um profundo conservadorismo. Ah pois é, senhores políticos da assembleia. As realidades das nossas aldeias são estas! Um dos pecados da "morte" da política actual é mesmo esse: o não conhecimento não propositado (ou não) das realidades, substituindo-se a sua discussão objectiva por palavras muito bonitas, dignas de um bom programa de enterteinment .

Como a adesão às manifestações contra a dita "fusão" por parte dos pais dos alunos foi fraca, lá se vai esquecendo este outrora polémico assunto da actualidade barquense.

NOTA: A adesão foi fraca por duas razões ambas possíveis e conjugáveis: a quase completa substituição dos assuntos da educação por típicas politiquices  bairristas", fragmentando o público em vez de o unir por uma causa; e uma segunda razão também muito evidente: tal como o "querido" líder da JSD já disse um dia, reina o "medo" salazarista pelas manifestações, levando a um vicioso "comodismo" muito típico por estas bandas.  


sinto-me: enfim, acabou!

talhado por o barqueiro às 21:37
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 31 de Março de 2007
Cidadão Duarte Pio em Ponte da Barca

Cidadão Duarte Pio em Ponte da Barca

Mas quem é ele?! É o cidadão Duarte Pio que esteve em terras do Lima, a atribuir o prémio Infante D.Henrique a uma turma da Escola Secundária de Ponte da Barca integrada em instituições de caridade do concelho. Este prémio é a versão portuguesa do "The Duke of Edinburgh's Award - International Award for the Young People", atribuído a jovens que prestam serviços à comunidade. Como mais uma vez aconteceu, o cidadão Duarte Pio voltou a visitar a nossa terra. Aliás, a sua admiração por estas terras não é de admirar. Sentir-se-á como peixe na água, uma vez que veio visitar uma terra ainda rica em "boas famílias". Para quem não se lembra da definição, são famílias que se julgam descendentes de antepassados importantes e superiores ao comum cidadão, que antes de Abril de '74 eram servidos por todos a troco de nada, subjugando os "pobrezinhos" castigados por não nascerem num "berço de ouro". Actualmente todos não passam, ou não deveriam passar de cidadãos, daí que o cidadão Duarte Pio deveria ser tratado também como cidadão, pois apesar de sabermos que descende dos tais "berços de ouro" da realeza, os títulos nobiliárquicos já não estão em vigor. Apesar disso existem, porque como se sabe, em Portugal as raízes culturais são aquelas que mais se custam a romper: Senhor fulano de tal, Senhor doutor, Excelentíssimo senhor, etc.

Neste aspecto em particular ainda está para aparecer um poder político que acabe com o D. Duarte Pio que ganha o seu sustento á custa dos impostos de todos nós por ser apenas um cidadão, tal como qualquer comum dos mortais. É ele o pobre "rei" que não consegue sustentar a sua própria vida de forma autónoma.

 

O barqueiro quer contudo realçar que não se põe em causa o mérito dos jovens condecorados. Pelos seus serviços sociais merecem ser homenageados, e serão certamente muito necessários nos tempos vindouros, para prestarem o seu auxílio a uma população cada vez mais envelhecida, e por isso carente de cuidados e atenção.

É no entanto de lamentar que para a atribuição de prémios de mérito se tenha que evocar mais uma vez velhas raízes, como é o caso do (alegado D.) Duarte Pio. Será esta a sua única utilidade, já que não conseguirá chegar a rei? Apela-se aqui também para que seja o próprio poder camarário a reconhecer os valores da terra, para que através deles se construa um concelho melhor.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 08:39
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sexta-feira, 30 de Março de 2007
Mais um barqueiro: Hugo Cunha

Mais um barqueiro: Hugo Cunha

O barqueiro mais uma vez vem elogiar um barquense que se tornou barqueiro. Desta vez é Hugo Cunha, antigo aluno da Escola Secundária de Ponte da Barca, que actualmente frequenta o 1º ano do ensino superior na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Como foi destaque dos dois jornais regionais, o Rotary Club de Ponte da Barca entregou o prémio Escolar a este jovem que concluiu o ensino secundário no passado ano lectivo com 19 valores. É a este tipo de pessoas, como também foi o caso de Leonor Carneiro, que este blog pretende também fazer um pequeno destaque. São estes os verdadeiros barqueiros, que se destacam pelas suas capacidades! Não são aqueles que já estámos habituados: pessoas que quase se auto-condecoram, ou que são condecoradas pelos próprios "padrinhos" muitas vezes políticos por terem sido bem lambidinhos.

 

 

As habituais personalidades estiveram presentes, como é o caso do Presidente da Câmara e outros representantes políticos, até porque se festejaram também os 26 anos do Rotary Club. É este tipo de pessoas que estas tais personalidades devem destacar.

Estranharam esta onda recente de bondade do barqueiro? Então adocem bem a boca, pois a nossa Barca infelizmente continuará a dar mais assunto para ser satirizado neste blog, que infelizmente é o único do género no concelho.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 23:38
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (2) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Marina Gomes: mais um ano...

Mais um “barqueiro”: Deni...

O Futuro é lá fora e cá d...

Repudiemos a "Fusão"!

Cidadão Duarte Pio em Pon...

Mais um barqueiro: Hugo C...

Até nas Escolas se respir...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds