Domingo, 2 de Novembro de 2008
Santa Casa: no futuro, como no presente

Santa Casa da misericórdia: no futuro, como no presente

 

No dia 18 de Outubro festejou-se o "Dia da Misericórdia". Como não podia deixar de ser, bonitos discursos sobre a nobreza da tal "Santa Casa" se ouviram. E da boca do Provedor António Bouças, mais uma vez se ouviram queixas da situação financeira. "Orgulho no passado, preocupação com o futuro", assim se lia nos cabeçalhos dos jornais locais. 

Do passado ninguém duvida da grandeza: 4 séculos de história, sendo que a Santa Casa de Ponte da Barca terá nascido em 1534.

 

 

Quanto ao futuro, o Provedor diz que há preocupação. E, pelas suas palavras essa preocupação está no "(...) sector social, onde gravíssimos problemas persistem (...)". Lembrou também à Câmara que é dever do poder político ajudar na manutenção do património e da obra que a Santa Casa possui. Seria este mais um aviso desesperado por apoios financeiros e "borlas" à Câmara Municipal? Provavelmente, atendendo à tão anunciada crise financeira da instituição. O livro que se aproveitou para apresentar na cerimónia chama-se "Entre Ricos e Pobres" e conta a história da instituição até 1800.

Analisando agora os factos, é compreensível que a história da Santa Casa até 1800 se resuma a "ricos e pobres", como neste título. Até porque nesses séculos a acção desta instituição era socialmente essencial. Fica a questão se a actual Santa Casa estará também "entre ricos e pobres". O barqueiro desde já duvida muito, até porque é comum ouvir das nossas gentes, especialmente aqueles que estão na idade e na vontade de usufruírem de um Lar de Idosos, como o Condes da Folgosa, expressões curiosas. Essas expressões valem apenas, e só apenas, a opinião desses necessitados do "sector social", como o Provedor disse, e incluem coisas do tipo "é muito difícil entrar!" e "isso nunca há-de ser para mim!". E porque é que se dizem estas coisas? O Provedor e as suas gentes que pensem e averigúem as razões, pois o barqueiro não é um jornalista para fazer inquéritos, apenas é um personagem que manda uns bitaites. Essas razões hão-de ser a justificação para que o Provedor pudesse ter dito "Santa casa: no futuro, como no presente" em vez de "Orgulho no Passado, preocupação com o futuro". Na altura em que se passar a ouvir expressões do tipo "estou à espera de lá entrar", então esse tal "sector social" estará muito melhor servido pela Santa Casa da Misericórdia...


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:02
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 27 de Abril de 2008
Misericórdias preocupadas

Misericórdias preocupadas


Na recente entrevista de “O Povo da Barca” a António Bouças, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ponte da Barca, é manifestada desilusão e preocupação. De facto há motivos para a preocupação das Misericórdias. A nível concelhio não foi aprovada a candidatura ao programa PARES para a instalação de um Lar de Idosos em Paço Vedro de Magalhães, o que foi contra todas as expectativas dos responsáveis da Misericórdia. A nível nacional surgiu recentemente a notícia de que existem lares que vendem as vagas em troca de avultados donativos, deixando em lista de espera os idosos mais carenciados (http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=341011&visual=26&rss=0). Edmundo Martinho, presidente do Instituto da Segurança Social veio para os meios de comunicação dizer que o controlo dessas situações é difícil, e que “os familiares têm medo de fazer queixa porque temem que o seu pai ou a sua mãe venham a sofrer represálias dentro das instituições". Tempos difíceis atravessam as Misericórdias. A nível concelhio o provedor anda desiludido com o chumbo desta candidatura ao funcionamento PARES, com a falta de verbas para obras no Lar Condes da Folgosa e com a ausência de “subsídio de âmbito central ou local”. A nível nacional a comparticipação do Estado por cada idoso de cerca de 330 euros mensais faz com que muitos lares troquem vagas por donativos. Apesar da tristeza da Misericórdia de Ponte da Barca devido a falta de dinheiro, felizmente que essas “poucas vergonhas” reveladas a nível nacional não se passam por aqui. “Tesos, mas sérios”, deve continuar a ser a postura a nível concelhio, pois felizmente (supomos todos) a situação na nossa terra permite a cada leitor deste blog dizer: “Não conheço nenhum caso desses donativos aqui nos nossos lares”. Segundo as notícias nacionais, muitos desses donativos não ficam registados, ficando no segredo dos “deuses”, por isso não é demais lembrar aos leitores que caso algum dia tenha conhecido ou venha a conhecer realidades destas, "a pressão para dar donativos em troca de uma vaga é completamente ilegal e constitui um crime de burla". É o presidente do Instituto da Segurança Social que o diz!


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 19:26
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 9 de Dezembro de 2007
Viva o "Cartão Vida"
Viva o "Cartão Vida"

Enfim algo que se pode elogiar no panorama político barquense. O “Cartão Vida” é finalmente uma realidade em Ponte da Barca, à semelhança das iniciativas de outras câmaras nos país que já o tinham introduzido. Trata-se de um cartão atribuído a pessoas com mais de 65 anos e/ ou com pensão de invalidez, e cujo rendimento por pessoa do agregado familiar não ultrapasse o Salário Mínimo Nacional. Segundo o “Notícias da Barca”e o “Diário do Minho”, foram entregues os primeiros 200 cartões no dia 26 de Novembro na cerimónia realizada no auditório da Epralima. 62 entidades do Concelho aderiram ao Cartão, permitindo descontos em vários serviços dentro do concelho aos idosos e inválidos. Boa medida, falta agora que a informação circule, e parece que tem circulado, e mais do que isso, que por exemplo, as juntas de freguesia, mais próximas das populações, façam com que o cartão chegue de facto a todos as pessoas nas condições referidas, dado que, por exemplo, existirá uma grande parte dos idosos no concelho que não conseguirá saber dos seus direitos, como em muitas outras coisas. Por outro lado, que este cartão não seja atribuído indevidamente, como sabemos que acontece em muitas outras acções sociais. Que fiquem os “conselhos de amigo”. E, mais do que neste momento criticar, há que desejar boa sorte e uma vida útil e longa para este “Cartão Vida”.

 

Já agora fiquem com a foto de um auditório com 200 munícipes abrangidos por este benefício social.


 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 10:12
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007
Comes e bebes" de Verão 2007 III

Sardinhadas e outros "Comes e bebes" de Verão 2007

Na continuação desta rubrica que está a aquecer este Verão (continue a escolher a sua comesaina " favorita que brevemente será sujeita a votação!), as habituais entidades que vêm referidas nos jornais e que nunca deixam ficar mal a arte de bem comer lá estiveram presentes em mais uma "sardinhada e outros comes e bebes". Desta vez foi na Festa da Terceira Idade realizada em Vila Nova de Muía , na Santa Rita. Infelizmente as ditas entidades desta vez foram mais discretas, querendo manter um pouco mais de privacidade em relação às objectivas, para talvez desfrutarem melhor do acto de "comer e beber". Esperemos que isto não seja um sinal, e que não deixem ficar mal os leitores dos jornais e deste blog, apaixonados por esta arte de comer fêvera e sardinha, nos próximos eventos do tipo.

Entidades barquenses, façam como esta menina que participou na festa e apareceu na foto com toda a "convicção"!

 

 

 

Depois de uma análise exaustiva e repetida da foto - reportagem do "Notícias da Barca", lá estava a "nata" de Ponte da Barca, "camuflada" no formigueiro de pessoas presentes na festa. Desta vez, a eterna aliança que veio a público na anterior Festa do Idoso na Malafaia saiu reforçada com novos elementos . Eis, na foto (descubra por si próprio), a aliança ainda mais forte: Religião - Política - Empresários.  

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:24
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 21 de Julho de 2007
"Comes e bebes" de Verão 2007 II

Sardinhadas e outros "Comes e bebes" de Verão 2007

 

Na continuação desta rubrica, que irá ser sujeita a votação (por isso comece a eleger já a sua favorita), o Presidente de Câmara e outros representantes políticos de outras instituições lá estiveram presentes em mais uma "sardinhada de verão". Ao que parece, e segundo a imprensa, as "Políticas de Acção Social são prioridade deste Executivo". Quando essas políticas metem actividades de "enchimento de bucho", ainda melhor. Estando as nossas gentes habituadas a este tipo de políticas, praticadas inclusivé pelas Juntas de Freguesia e Associações do nosso concelho, não quiseram estar ausentes a mais um destes repastos, com folclore de bónus. Este tipo de políticas não é novo: já Salazar contentava o seu povo, na miséria, com o pão e o vinho, numa doutrina também bem à imagem da Igreja... E não é que as semelhanças desses tempos com estes ocasionais eventos são bastantes!?... Não fiquem zangados, senhores do poder local... É que este hábito de "encher a pança" ao povo não é exclusivo de Ponte da Barca... é algo que está no sangue português...

 

Já imaginaram política sem comida? É algo cuja existência seria inviável... Onde há política ou políticos, lá está, na maioria das vezes... comida. Desde o nível nacional, até ao nível autárquico.

 

 

 

O Presidente da Câmara Vassalo Abreu, o Presidente da Mesa da Assembleia Paulo Pimenta, o vereador Ricardo Armada... e o padre Júlio Pires: política com religião - a "eterna aliança" discursando na Festa Sénior na Quinta da Malafaia.

E ainda mais importante que isso, a comida, que "é o que nos trás cá hoje":

 

 

 

 

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 20:12
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Santa Casa: no futuro, co...

Misericórdias preocupadas

Viva o "Cartão Vida"

Comes e bebes" de Verão 2...

"Comes e bebes" de Verão ...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds