Domingo, 6 de Maio de 2007
Provedor da Santa Casa presta prova de licença de uso e porte de arma

Provedor da Santa Casa presta prova de licença de uso e porte de arma

Na última página do Notícias da Barca de 27 de Abril saltou à vista de todos um artigo, para além daquele que Marques Pereira escreve todas as semanas. Já está a ver qual é? Pois é mesmo esse que está a pensar... Trata-se do Aviso aos leitores caçadores que o renovar da licença de uso e porte de arma obriga a uma prova. Nele lê-se:

 

"Mesmo que cacem há mais de 50 anos, os caçadores vão ser obrigados, para renovarem a sua licença de uso e porte de arma, a disparar uns tiros para provar que o sabem fazer"

 

Ora todos sabemos que os nossos jornais são riquíssimos em belos atiradores que frequentemente prestam provas da sua habilidade em usar armas de ataques pessoais. Com esta obrigatoriedade que todos os atiradores têm que prestar, vamos com certeza assistir nos próximos tempos às provas de ataque pessoal para que estes caçadores consigam as suas novas licenças. O barqueiro só tem a dizer que acha muito bem que se prestem provas da perícia destes atiradores, para que esta actividade, profissionalmente ou por lazer, não perca a qualidade que todos gostam de ver espelhada nos jornais.

Começamos esta semana pelo Provedor da Santa Casa da Misericórdia, António Bouças, que demonstrou os seus dotes em ataque pessoal nas típicas respostas, ataques, contra-respostas e contra-ataques da imprensa regional.

Tudo começou com um tal de p.Antonino no jornal anterior a este, que escreve um artigo em que denuncia um aumento do salário da Santa Casa da Misericórdia apenas para os maiores cargos de gestão (comentado neste blog em  http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/9317.html).

 

 

Como a mui nobre linhagem de provedores da Santa Casa foi afectada e acusada basicamente de "mamanso" à portuguesa, o actual provedor prestou também as suas provas no manejo de tais "armas".

Toda a sua técnica e talento é neste artigo, "Provedor da Santa Casa Responde", demonstrada. Após leitura do artigo pode-se caracterizar todos os passos da sua inteligente técnica de ataque:

 

1. Começa o confronto com aquele que o denunciou com o habitual, respeitoso e elegante cumprimento que acontece por exemplo na esgrima: "Venho por este meio solicitar a possibilidade de resposta a um artigo dirigido ao provedor da Sta. Casa da Misericórdia (...)". Quase parece que nem é ele que está a iniciar a resposta a "p.Antonino".

 

2. A seguir denuncia de forma habilidosa que afinal se trata do próprio provedor a responder. No entanto, de forma a distrair o adversário e até a incentivá-lo a virar as costas, dizendo que a uma denúncia anónima "(...) pessoalmente repudio e por princípio desprezo tal tipo de intervenção jornalística (...)".

3. Depois de dar a entender que só leu a denúncia e não tenciona dar importância a isso, fazendo o seu adversário virar-lhe as costas convencendo-o que não lhe vai contra-atacar, eis que saca da sua "arma" e desata a disparar, prestando provas para a sua licença de uso e porte de arma: "obrigo-me a denunciar a não veracidade de alguns factos mencionados". Durante a extensão seguinte do artigo desata a gastar as suas munições.

Há que referir que os motivos, ou as "munições", que gastou não convenceram ninguém, ou seja, não atingiu em cheio o adversário p. Antonino. Foram apenas uns tiros que mais pareceram fogo de artifício.

Apesar de tudo, parece que a licença de uso e porte de arma de ataque pessoal foi concedida. Neste tipo de salçadas jornalísticas à minhota não interessa se os tiros vão direitos ao adversário. O que interessa e que realmente é avaliado é o barulho e os espectáculos prestados aos leitores.

A redacção utiliza essa sim as suas munições de forma eficaz, gastando uma ou duas balas, respondendo que "De anónimo, como o senhor Provedor invoca, a Antonino, vai um nome que por certo poderá ou não dizer-lhe alguma coisa entre dezenas de funcionários da instituição". Apesar de objectivamente respondido, como haveria sempre de ser, o povo quer mais do que isto: quer fogo de artifício como resposta a fogo de artifício!

No final de tudo, apesar de já ter a licença de uso e porte de armas de ataque pessoal nas mãos, decide desafiar o seu adversário para um duelo a sério, talvez uma cowboiada: "(...) quero manifestar a minha total disponibilidade ao anónimo ou seu representante, para pessoalmente, FRENTE A FRENTE, lhe demonstrar a verdade e bondade dos nossos propósitos (...)".

Quando será o "frente a frente"? E quem irá prestar a próxima prova de renovação da licença de uso e porte de arma de ataques pessoais?

Esperemos para ver!


sinto-me: esperando por mais

talhado por o barqueiro às 22:06
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Erros de ordenação jornalística no 25 de Abril

AVISO: Erros de ordenação jornalística na edição dedicada ao 25 de Abril no Notícias da Barca.

Avisa-se aqui neste blog, em primeira mão, que existiram tocas de ordenação jornalística no Notícias da Barca.

Gozando da liberdade crítica que os próprios caricaturados políticos  tanto amam nos seus discursos escritos no jornal dedicados à Revolução dos Cravos, publica-se aqui a primeira versão corrigida de tão bela montra de comunicação com que nos brindou a edição referida .

Para a percepção de tais correcções aconselha-se vivamente a leitura, a menos que já o tenha feito, do jornal referido, de modo a perceber melhor mais uma caricata situação barcalhoense .

A primeira intervenção tem apenas um pequeno lapso, no qual a palavra "vida" provavelmente deveria ser substituída por "via". Trata-se apenas de um "d" a mais, que na versão correcta seria:

"A nossa sociedade não pode continuar de braços cruzados a assistir à permanente degradação da nossa "via" pública"

 

 

Na intervenção de António Rocha não foi detectado nenhum erro, definindo como princípios fulcrais a :

 

"Liberdade e Responsabilidade"

Ao que parece são princípios que não dizem nada a quase todos os barquenses deste concelho. São sem dúvida discursos à deslocalizados no tempo e espaço estes os feitos pelo BE : muito à frente. É óbvio que assim nunca chegarão lá, como o simples tasqueiro diria, mas com certeza que faziam falta mais uma remessa de pessoas destas para por um pouco de "ordem na arena".

Nas seguintes intervenções houve uma troca de títulos dos artigos entre Vassalo Abreu e Augusta Gabriel.

Assim Vassalo Abreu deverá passar a dizer:

"Assistimos a uma descredibilização do sistema político"

Como parece que este novo executivo que quebrou uma linhagem de anos de hegemonia não veio trazer nada de novo ao concelho. Parece que já se chegou à conclusão que se vive numa "sintonia politiqueira". Ainda esperamos pela abolição de certos remanescentes (serão menos ou mais do que isso?) como os bons tachos, buracos na estrada, zona desportiva, etc. Já que até agora os investimentos deram para a tendência do prejuízo, aproveite-se o "escarro de estacionamento" para se fazer as sardinhadas, sarrabulhos e outros derivados, já que se vai optar pela via do parquímetro. Ah! E cobrem por pipa de vinho ou cerveja consumida. As febras devem dar para ficar por "conta da casa".

Augusta Gabriel passará a dizer as palavras que o jornal atribuiu a Vassalo Abreu:

"Temos que com seriedade, competência e coragem decidir quais os caminhos a seguir"

Parece mesmo que esta oposição já não sabe o que é estar do lado da oposição. As ideias do partido saem pelas cordas vocais da mulher de armas Olinda Barbosa, e o "chefão" não sai do posto nem com derrotas políticas.

Um novato nestas andanças da praça pública é Pedro Sousa Lobo. Parece que a próxima meta deste membro da assembleia é conseguir uma licença de porte de armas politiqueiras, que ainda ninguém que se conheça chumbou nos testes de obtenção. Meta mais a longo-prazo poderá ser chegar ou ultrapassar Olinda Barbosa, um dos membros da sua oposição, a nível de potência das balas disparadas. De facto o título que se deveria encontrar neste artigo seria o da capa semanal do referido jornal:

"Hoje escrevo eu"

Relativamente à CDU a solução poderá passar pela venda do partido a algum comércio da Barca ou alguém particular que esteja interessado em antiguidades. É um partido que já milita há muitos anos, mas de facto em populações como estas, viradas para os seus partidos fixados praticamente à nascença, pouco sucesso tem tido, contribuindo para um pouco de acção na assembleia, mas que agora é ultrapassado gradualmente pelo BE . Quem é que poderá estar interessado em avançar com a OPA?

"Vende-se"

Outra das novas figuras é Miguel Pontes, mais um elemento jovem da assembleia do partido do executivo. Não fique zangado com esta brincadeira. Trata-se apenas de uma piada sobre a sua juventude, que ainda lhe permitiria frequentar um OTL neste Verão. O título do artigo, como é óbvio, deveria referir-se ao tema do OTL do IPJ que foi publicado no mesmo jornal:

"Inscrições abertas para o programa de ocupação de tempos livres"

De diversas formas se poderá ocupar o tempo de facto, sendo uma boa forma de aproveitar os períodos de inércia.

 

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 08:36
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

citação: rádio barca

Citação da semana (28 Abril - 5 de Maio)

 

Rádio Barca

Não sabiam que também há citações dignas de nota na comunicação social barcalhoense ? Pois aqui fica uma das citações do momento. Foi escrita num artigo intitulado "Assembleia Geral da Rádio Barca" escrito por M.C.Soares , comentando a falta de comparência massiva às Assembleias Gerais da Rádio Barca dos seus associados, na edição de 27 de Abril do Notícias da Barca: 

"Ora isto não tem jeito nenhum"

É que ao que parece a uma primeira assembleia geral em 23 de Março compareceram 6 associados, e a uma segunda e adiada assembleia compareceram 8 associados, de entre os totais de cerca de 1000 associados. Depois daquele triste "partir do bolo" nas instalações da Rádio Barca aquando do seu aniversário (), eis que esta volta a dar sinais de crise.

Será porque os associados, tal como muitas pessoas, não vão muito com a cara do "senhor Presidente da Assembleia Geral senhor José Manuel Amorim"? É uma possibilidade, tratando-se de uma personalidade barquense que ou é detestada, como parece ser a opinião do associados, ou é muito amada, tal como o senhor que escreveu este artigo (já repararam que no excerto atrás apresentado ele escreve 2 vezes "senhor", uma antes de "Presidente" e outra antes do nome "José"?).

Ou será que tudo isto se deve ao carácter do bom barquense associado de alguma colectividade, que se "mete nas coisas" e depois "está-se cagando " para a associação? Podendo isto ser provável, o barqueiro só tem uma coisa a dizer: Sendo assim "não tem jeito nenhum"!

 


sinto-me: Melhores tempos para a rádio!

talhado por o barqueiro às 01:06
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Saga "Palhaçadas" continu...

Maravilhas naturais, turi...

Palhaçadas de Carnaval

Menino Jesus vs Pai Natal

Reunião(ões) da(s) Jarra(...

O "Vosso" executivo e o 3...

Um executivo empregador

Gripe Ai!, não faça o "ra...

Fugir de homossexuais: el...

"Pai" Barqueiro e os pres...

Terminou o forrobodó! Mai...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Novela de Verão: "Meu S.B...

Dossier Autárquicas 2009

Vassalo "Summer Sessions"

O destaque de sempre: Lim...

A "Nata" Barquense

A Fórmula Cultura+Turismo

A "Colmeia" das "Abelhinh...

Barquenses votaram Europa...

Certame político-religios...

"Novo Rumo" com "velhos" ...

Política passeando pelas ...

Bitaitadas frescas

Mais um ano com os livros

De Ponte da Barca a Lisbo...

Pontes da decadência

Diácono de Lindoso ajoelh...

Viva a liberdade, e o iní...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds