Domingo, 25 de Fevereiro de 2007
Morreu Manuel Parada, o poeta da terra

 Morreu Manuel Parada, o poeta da terra

O Barqueiro vem por este meio prestar a merecida homenagem a Manuel Parada, porque a vida não é só criticar o que está mal, é também destacar o que de melhor existe. Neste caso o que de melhor existe é a memória e a grande obra de Manuel Parada. Para quem não é da Barca e nem sequer ouviu falar de tal terrinha, este foi uma das maiores figuras da história deste recanto à beira Lima plantado.

Nasceu em 4 de Agosto de 1927 em Ponte da Barca, sendo o seu verdadeiro nome Manuel Bento Cerqueira Dias. Morreu no dia 8 deste mês de Fevereiro. O seu primeiro e único livro publicado em 1988, entitula-se "Pegadas do Meu Caminho". Mas apesar de só ter coseguido publicar um livro (enquanto que outros com menos qualidade conseguem publicar os que querem), tem um vasto conjunto de poemas dedicados à sua terra e às suas tradições, reunidos em obras como "Antologia dos Poetas do Alto Minho" e "O Lima na Voz da Poesia". Foi um dos criadores da melhor poesia popular de terras de Alto Minho.



talhado por o barqueiro às 19:07
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Saga "Palhaçadas" continu...

Maravilhas naturais, turi...

Palhaçadas de Carnaval

Menino Jesus vs Pai Natal

Reunião(ões) da(s) Jarra(...

O "Vosso" executivo e o 3...

Um executivo empregador

Gripe Ai!, não faça o "ra...

Fugir de homossexuais: el...

"Pai" Barqueiro e os pres...

Terminou o forrobodó! Mai...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Dossier Autárquicas 2009 ...

Novela de Verão: "Meu S.B...

Dossier Autárquicas 2009

Vassalo "Summer Sessions"

O destaque de sempre: Lim...

A "Nata" Barquense

A Fórmula Cultura+Turismo

A "Colmeia" das "Abelhinh...

Barquenses votaram Europa...

Certame político-religios...

"Novo Rumo" com "velhos" ...

Política passeando pelas ...

Bitaitadas frescas

Mais um ano com os livros

De Ponte da Barca a Lisbo...

Pontes da decadência

Diácono de Lindoso ajoelh...

Viva a liberdade, e o iní...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds