2 comentários:
De saobartolomeu a 13 de Novembro de 2007 às 00:53
boa noite
tenho-o lido atentamente, e até tenho concordado em alguns aspectos, mas neste aqui permita-me que discorde completamente. E qualquer um que realmente goste de ponte da barca diz não à nova modalidade de recolha de lixos. A não ser que tenha algo a ver com o assunto ou cunha na empresa de recolha. Primeiro porque quem pensou em tal idiotice esqueceu-se que a maioria da população desta vila trabalha em fábricas, por isso tarbalham por turnos, o que os pode impossibilitar de colocar os respectivos saquinho`s à porta; segundo, é terceiro mundista e anti higiénico os sacos de lixo à porta, onde inevitavelmente começará a surgir lixo fora dos sacos, porque quem passa na rua acha que quem recolhe os sacos vai também varrer o local, assim como manchas de gordura e o inevitável cheiro a lixo; terceiro, primeiro acabavam com os cães vádios e só depois punham lixo às portas, pois no sábado já pude presenciar cães a rasgar os sacos para poderem comer os restos; quarto, com a época das chuvas vamos ter águas imundas a correr nas ruas com cheiros não menos nauseabundos, e no verão o cheiro bom a restos putrefactos; quinto, sacos do lixo na avenida num sábado durante a tarde, não é nada bonito de se ver, os turistas vão gostar muito; sexto, numa terra onde o senhor presidente mandou simpaticamente remover viaturas porque estas prejudicavam paisagisticamente a barca face aos turistas, agora que dirão eles dos sacos do lixo? sétimo e último, há comunicados a circular na barca do presidente a dar as boas festas e a desejar um bom sao bartolomeu, mas não houve uma reles circular a avisar os habitantes, tanto dos parquimetros como agora da recolha dos lixos, pelo menos ao prédio onde habito não chegou nada. Soube-o em conversa de café. procurei informação no site da camara e nada, vá-la que um jornal se dignou a prestar a devida informação.
Ainda continua a achar que é boa ideia os sacos do lixo nas ruas, e quando for altura da romaria de são bartolomeu, a ansiada festa que todos os barquenses trazem no coração, vamos ver os desfiles e procissões sentados nos sacos, ou teremos de guardar os lixos em casa durante uma semana?
muito obrigado


De barqueiro a 17 de Novembro de 2007 às 19:29
Olá "saobartolomeu",
O barqueiro vem por este meio agradecer-lhe o acompanhamento que faz dos assuntos deste blog. Agradece-lhe também as suas opiniões, pois para além de demonstrar que vai lendo, tem espirito critico e expressa-o, sendo o debate de opiniões a função de um blog como este. Na resposta aos seus comentarios, o barqueiro partilha também de algumas das suas opinioes, como o facto de ser ilogico o facto do lixo se depositar à porta das habitações, tendo todas as implicações que muito bem descreveu (sujar a rua, mau aspecto, os caes vadios, etc.). O artigo que elogia esta nova medida da camara municipal tem a função de elogiar a ideia, que na perspectiva do barqueiro, é boa, de recolher os lixos porta a porta e de recolher os monos quando solicitado à camara: demonstra pelo menos alguma "acção" no domínio ambiental, ja que no resto a "acção" tem sido pouco notada. Mas a principal razão dos elogios à camara, essa sim, é para dar animo aos "rapazes", para que consigam o mesmo tipo de organização e divulgação (que houve, apesar de nao saber porque é que voce nao teve acesso à informação que circulou, pelo menos por alguns habitantes) nas proximas acções políticas que tomarem nos mais diversos campos. Apesar de ter lacunas, ja é um "progressozinho", ja que nem "progressozinhos" se consegue na maior parte das vezes descortinar.
Fica, em conclusao, o muito obrigado pela sua opiniao e testemunho de morador afectado directamente por esta política. E já agora, o barqueiro, felizmente, nao esta metido em nenhum esquema politicos ou lobbie que avançou. Mas fez bem em ter referido essa possibilidade, pois no mundo que corre há sempre que deconfiar de todas as possiblidades - é um cidadão(ã) alerta, lol!


botar farpas