Domingo, 30 de Setembro de 2007
Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - episódio III

Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - episódio III

Depois dos anteriores episódios deste blog acerca deste novo evangelizador de terras barquenses, o povo da freguesia de origem deste jovem, Bravães, fez uma festa de "Missa-Nova". Esta festa que permitiu ao jovem padre Jorge Silva iniciar o seu "estágio" de pastor tornou o dia 19 de Agosto "um dia de radiante alegria e pleno de felicidade para toda a população", segundo o jornal.

O que de facto se passou de interessante nesta festa e que ficou registado foi o beijo... é verdade... o beijo da política ao novo padre. No mínimo estranho para quem começa o celibato. Mas pronto, o que faz falta é boa disposição, e nisso esta festa foi muito rica certamente, a julgar apenas por esta foto... o resto só quem lá esteve presente poderá guardar para a posteridade.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 08:27
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007
Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - episódio II

Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - episódio II

"Segundo a Agência de Notícias da Igreja Católica "Ecclesia", Ponte da Barca passou a ter mais um padre para servir as almas mais necessitadas. O Bispo de Viana do Castelo ordenou, segundo esta agência noticiosa, "três novos presbíteros para o serviço a esta parcela do Povo de Deus que peregrina no Alto Minho." O barqueiro só acrescenta, a este discurso com toda a "cagança", abençoados sejam! Ao que parece tudo decorreu na Sé Catedral de Viana do Castelo às 15.30h (hora marcada) no Domingo passado. Para além do padre do concelho de Ponte da Barca, Jorge Agostinho Sousa e Silva, da freguesia de Bravães, foram ordenados mais 2 padres provenientes das "paroquías" de Darque e de Cabreiro, em Arcos de Valdevez."

Foi esta a introdução do anterior artigo deste blog a propósito do novo padre em Ponte da Barca em http://nadasobreabarca.blogs.sapo.pt/23222.html. Para quem não viu o tipo de testes ou exames finais que um padre tem que passar para ser nomeado presbítero, para exercer o sacerdócio, fica aqui o vídeo dos Gato Fedorento. Anos de preparação nos Seminários para poder passar nestes exames!

 

 

 

Ora você achará que tudo isto é ficção elevada ao ridículo. Pois é. Mas nem o melhor cómico, coisa que o barqueiro não é, conseguiria fazer uma cena mais ridícula que a que os padres consagrados na Sé em Viana do Castelo. É mesmo verdade! Eles próprios, os padres, é que trataram de fazer todo os espetáculo, deitados no chão, talvez beijando os pés ao bispo a aos outros que o amparam. A única exclusividade (até nem parece fictícia) disponibilizada por este blog nesta cena são os diálogos.

De facto, na arte de "lamber-botas" já vimos bons artistas, mas como estes, perante uma igreja repleta de pessoas das freguesias dos padres André Filipe Gonçalves (Darque), Custódio Manuel Branco (Cabreiro - Arcos de Valdevez) e Jorge Agostinho Silva (Bravães - Ponte da Barca), nunca vimos igual...


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 17:20
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007
Mais um servo de Deus em Ponte da Barca

Mais um servo de Deus em Ponte da Barca

Segundo a Agência de Notícias da Igreja Católica "Ecclesia", Ponte da Barca passou a ter mais um padre para servir as almas mais necessitadas. O Bispo de Viana do Castelo ordenou, segundo esta agência noticiosa, "três novos presbíteros para o serviço a esta parcela do Povo de Deus que peregrina no Alto Minho." O barqueiro só acrescenta, a este discurso com toda a "cagança", abençoados sejam! Ao que parece tudo decorreu na Sé Catedral de Viana do Castelo às 15.30h (hora marcada) no Domingo passado. Para além do padre do concelho de Ponte da Barca, Jorge Agostinho Sousa e Silva, da freguesia de Bravães, foram ordenados mais 2 padres provenientes das "paroquías" de Darque e de Cabreiro, em Arcos de Valdevez.

Segundo o reitor do Seminário de Viana do Castelo, «Oito diáconos num só ano constitui um verdadeiro recorde que dificilmente se baterá nos próximos anos». O barqueiro nunca esteve tão de acordo com as gentes da Igreja: com a falta de padres, e sobretudo de crentes que está cada vez mais a aumentar, dificilmente conseguirão manter os níveis de sacerdotes ordenados! Sorte, dirão estes "supra - sumos" da Igreja, é que ainda restam gentes e populações como as do concelho de Ponte da Barca e arredores. Freguesias do interior ainda vão dando sustento a padres. E como as populações destas aldeias estão cada vez mais envelhecidas, mais gente idosa, com a preocupação de se redimirem dos pecados da vida e garantirem um lugar no "reino dos céus" dão o "pão nosso de cada dia" aos "parôcos". Um concelho sai deste blog às pessoas mais idosas: aproveitem mais os vossos últimos anos, em vez de se ocuparem com assuntos do além que vos ocupam a vida para chegarem ao momento da morte e nunca terem pensado em vocês mesmos. 

 

Para por fim a este ambiente "fúnebre" de análise da Igreja Católica actual, fiquemos com um vídeo, que já há muito que não víamos neste blog, acerca dos testes finais que um padre, como os que foram ordenados nesse "mítico" Domingo, têm que passar para poderem tornar-se aquilo que sonhavam desde pequenos. Tenha pena, porque os testes demonstrados no seguinte filme exigem anos de preparação nos Seminários!

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 02:28
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 16 de Junho de 2007
Tó Parolo menos solidário, mas mais santeiro

"Tó Parolo menos solidário, mas mais santeiro", como diria Marques Pereira

Quer ser ainda mais Católico do que aquilo que já é? Então seja menos solidário, e em vez disso seja mais santeiro. Não percebeu? Tradução: Não ligue aos pedinchas dos pobrezinhos, encha mais o "papo" aos sacerdotes da Igreja Católica que é isso que interessa! Pensa que é mais uma das "regadelas" do barqueiro, mas não é disso que se trata. Foi esta semana que foi divulgada a notícia a nível público de que a Igreja se opõe a que os seus fiéis contribuam para ajuda solidária a uma das maiores organizações de solidariedade do mundo como é a Amnistia Internacional, que dá apoio a populações de extrema pobreza em regiões do mundo onde os conflitos militares provocam estas calamidades (Veja-se o Darfur). Tudo isto porque a organização referida manifestou-se a favor da liberdade da mulher em escolher ou não abortar. A  tudo isto a Aministia Internacional só respondeu com o exemplo de milhões de mulheres que são violadas em situações de guerra e calamidade e que são obrigadas a ter os filhos, agravando ainda mais as situações de miséria e estando sujeitas a situações de exclusão pela sociedade e família por serem mães solteiras.

          

 

Já "ajudou o próximo", como estes mestres da retórica religiosa dizem? É que parece que isso tem cada vez menos importância no mundo religioso... 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:15
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 19 de Maio de 2007
O Verão é deles: santos

O Verão é deles: santos

 

Aí está o furor de cada um dos sucessivos verões concelhios: os santos. Tudo começou este mês de Maio com a comemoração dos 90 anos de um acontecimento que é dos únicos a manter viva a esperança de muitos da existência divinal. Muitos barquenses também rumaram a Fátima, um dos locais mais visitados por muitos barquenses a seguir à vila em dias de feira. Aliás há que referir de apesar de ser o apoio moral e psicológico para muitas pessoas e seus problemas, Fátima trata-se, de um local pouco aconselhado, e nunca deve ser muito mostrado às crianças:

 

                                             

  • é um local mal frequentado (várias dezenas de furtos de carteiras foram registados pelas autoridades na região do santuário);
  • é local de fortalecimento de fanatismos religiosos, tal é a atmosfera e a banda sonora a condizer quando se chega ao santuário, fazendo logo à partida chorar quem lá entra (ninguém pode gostar de ir lá com a fé em resolver os seus problemas pessoais e chegar lá ficando ainda mais triste);
  • os problemas físicos são uma relaidade para os peregrinos que se gostam de armar em atletas de alta competição (muitos pensavam que Fátima era mais perto);
  • As pessoas andam de joelhos quando o que os padrecos daquele santuário querem apenas e objectivamente o sacrifício de "puxar da carteira", muitas vezes do desempregado ou do beneficiário do rendimento mínimo;
  • As velas já se queixaram várias vezes do calor que lhes fazem passar. Põe as velas dentro de uma fornalha, ficando de cabeça baixa ao princípio depois contorsem-se com dores até se derreterem completamente.
  • os bispos e toda a classe "papante" têm intenções no mínimo duvidosas, quando, como neste passado dia 13 um deles tratou as crianças presentes como "meus pequenitos e pequenitas".
  • É um local onde fazem as crianças passarem um "secão" monumental no meio daquela multidão;
  • No fim acena-se com lenços brancos à santa em cima do andor, depois de se ter obtido o que se queria dela: o cumprir da promessa.
  • etc...

Para além da Igreja lucrar milhões de contos por ano com este santuário, existem ainda outros interesses económicos que se desenvolvem por arrasto, sempre prontos a esfolar o peregrino:

 

                              

  •  indústria de coletes reflectores (que os peregrinos vestem);
  • indústria da cera (ciclo comprar, transportar até à fornalha, derreter);
  • indústria das águas e terras de Fátima (nas barraquinhas dos vendedores);
  • indústria dos terços e santinhos;
  • indústria das sex shops's (ao que parece a nova moda comercial em Fátima);
  • indústria da restauração e hotelaria;
  • construtores civis (construção de novos e mais novos alpendres);
  • indústria da ourivesaria (bordados a ouro dos fatos dos bispos, anéis que empunham, coroas da santa e outros derivados);
  • etc...

Como tudo isto não chega, agora há várias festas em capelas e igrejas concelhias em honra de Nossa Senhora de Fátima, durante este mês, e em honra dos restantes santos durante todo o Verão. E com isto em que é que batemos mais uma vez? Dinheiro!!! São peditórios dia sim dia não, para além de promessas pagas a dinheiro. E nestas matérias vemos das mais variadas artimanhas para pescar dinheiro. Ao que parece, já não chegava dividirem os pedintes em mulheres e homens, para obter o duplo do lucro, agora parace que querem alargar o peditório de cada festa a grupos como os homossexuais, laranjas e rosas, benfiquistas e portistas. E com isto multiplicam-se os lucros.

 

                                                 

 

Mas depois de toda esta "beatice" barcalhoense", deparámo-nos com Ponte da Barca nas capas dos jornais nacionais, não pela sua devoção, bondade  e fé, mas pelos vícios de muitos dos frequentadores das nossas tão vistosas missas. Está-se, naturalmente, a falar da notícia da semana: fecho de um bar de alterne em terras barquenses (o "Luz Vermelha"). Ao que parece esta tão afamada casa estava envolvida em práticas de lenocínio, ou seja, escravização das prostitutas, e tráfico de droga. E agora beato? Olha, e que tal pedir a Nossa Senhora melhores tempos para a prostituição em Ponte da Barca?

 

                                              

 

E saindo do pecado que a todos tenta, para entrar novemente no campo da fé, que tal orar um pouco antes da acabar de ler este artigo? Reze o Avé Maria com os Buraka Som Sistema:

 

 

 

 

Venham lá esses santos, venham lá essas lavradas, venham lá essas comesainas!!!

O barquense já está farto de um Inverno sem tradições!


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 08:19
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Diácono de Lindoso ajoelh...

Capital do homenageanso p...

Olhos mais abertos para F...

Violência Doméstica é rea...

Barca: terra santa do min...

Mais um servo de Deus em ...

Mais um servo de Deus em ...

Mais um servo de Deus em ...

Mais um servo de Deus em ...

Tó Parolo menos solidário...

O Verão é deles: santos

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds