Domingo, 11 de Novembro de 2007
Política começa a fervilhar

Política começa a fervilhar

 

Depois das recentes entradas de Isabel Pedro e Miguel Pontes para o mundo das colunas de opinião dos jornais regionais, entrando ao mesmo tempo nos comentários deste blog, é agora a vez de um político mais novo. Pode-se dizer, de uma forma directa, que no mundo da política é talvez o equivalente a José Oliveira, da JSD barquense, mas do lado oposto, ou seja, no PS. Apesar de também jovem, já não é cara nova na política regional, tendo dando-se ao "luxo" de já ter defrontado em debate de opiniões políticas na imprensa gente muito mais velha nestas andanças, como Rosa Arezes . Mas  estámos numa altura em que a fase mais interessante do jogo político começa, ou seja, a meio de um mandato. A política tem começado a fervilhar, como se tem analisado, inclusivé neste blog. Entra assim, na melhor altura desta jogo político este jovem de seu nome José Pedro Amaral. E a verdade é que na sua primeira edição da sua coluna no "Notícias da Barca", chamada "Notas Relevantes", vem tocar em alguns aspectos dignos de destaque por este blog. Um em particular, que demonstra aquilo que na realidade a política é: a construção nas freguesias de infra-estruturas de saneamento básico. Esta era uma das obras sobre a qual o anterior executivo do PSD muitas vezes se orgulhava de dizer que foi ele a construir. Agora, com este executivo do PS já a meio do mandato, mais obras desse género têm sido feitas, e pelos vistos, é algo que também José Amaral e o PS se orgulha. E o que dirão os do PSD agora na oposição? Com certeza que não elogiarão como o faziam quando estavam no poder e a obra é exactamente do mesmo tipo. "Meus amigos", como diria o outro, é isto a política que tem feito os portugueses desacreditar : as opiniões mudam consoante as danças das "cadeiras do poder". No artigo deste novo colunista é basicamente feito um resumo daquilo  que de positivo tem sido feito pelo executivo da sua "cor", naturalmente. Começa por elogiar medidas já feitas por este executivo, e quanto a isso nada contra, pois pode-se ver que já foi feito (por exemplo o abastecimento de água e a Unidade Móvel de Saúde). Mas mais para o fim, cai num grave erro do discurso dos senhores do lado do poder camarário, que é dar como vitória e obra do executivo obras para as quais foram unicamente feitos protocolos e projectos (Centros de Dia, centros educativos, variante do Rodo, ...). Estas vitórias antecipadas é algo que já está gasto em política, e todos sabemos como são os assuntos de promessas e prazos no portugalinho "...

Algures no final do seu artigo de opinião, José Amaral escreve "(...) aproveitar a presença de mais um Secretário de Estado de modo a que o tão desejado Complexo Desportivo veja hoje o seu protocolo finalmente assinado.". Não poderia haver melhor frase para fechar um artigo, após a recente "vaga" de secretários de estado e pouca obra à vista no final das "contas". E venha mais um!... que a Barca consegue dar "vazão" a estes e ainda mais secretários de estado!

 



talhado por o barqueiro às 00:03
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 2 de Junho de 2007
Dia-a-dia de um Presidente da Câmara

Dia-a-dia de um Presidente da Câmara

Todos nós sabemos que o dia-a-dia de político não tem muito que se lhe diga, excepto em época de "febre" eleitoral, de visita à Ermida ou de recepção de um membro de Governo, mais concretamente o Secretário de Estado do Ambiente.

No primeiro caso, o Presidente do nosso concelho visitou a freguesia de Ermida, merecendo no jornal um artigo com a dimensão de uma pequena nota mas com o título que faz adivinhar uma grande importância de tal acontecimento:

 

"Presidente da Câmara Visita a freguesia de Ermida"

 

De facto, a visita de local tão remoto parece merecer por parte dos políticos camarários um tratamento de "Margem Sul de Ponte da Barca", citando o humorista Mário Lino. Parece que o Presidente terá ido visitar um novo Miradouro construído nessa freguesia, que talvez por se tratar de momento tão raro, seja destacada em relação a outras visitas a outras freguesias que passam mais despercebidas. Se cada vez que o Presidente visita-se uma freguesia fosse noticiado... E reparem no pormenor da data registada na própria foto: uma data para a posteridade... Na verdade, devido ao património histórico e natural esta freguesia não merece ser tratada como o local mais remoto de Ponte da Barca.

Relativamente ao segundo caso, parece que os cargos do poder central como deputados e secretários gerais ainda conseguem cá passar não só para comer a boa posta barrosã. Parece que formalmente se tratou da oficialização do início das obras para a construção da terceira porta do PNPG em Lindoso. Por detrás destas formalidades, poder-se-á ter tratado de mais um belo manjar político. De qualquer forma, se tudo isto for para avançar, só beneficiará Ponte da Barca.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 09:58
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Lavradas pede, Vassalo fa...

Olhos mais abertos para F...

2008 trará mais do mesmo?

Parque Empresarial para "...

2008: o início de uma nov...

Ano novo, estádio novo?

Política começa a fervilh...

Dia-a-dia de um President...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds