Sábado, 8 de Agosto de 2009
Vassalo "Summer Sessions"

Vassalo "Summer Sessions"

 

Mais um Verão, mais "comes e bebes" para os políticos e para o seu povo. Este poderá ser um Verão ainda mais quente do que aquele que este blog acompanhou no ano passado. O facto de estarmos perto de época de eleições poderá ser um factor de motivação extra para esse tipo de eventos. Este ano, como não poderia deixar de ser, também o barqueiro tem tentado acompanhar os "comes e bebes" onde os políticos locais vão estando presentes. Poderiam chamar-lhe Vassalo "Summer Sessions", ou simplesmente, em bom português, os "comes e bebes" de um executivo em época pré-eleitoral. Os funerais, esses ficam para quem a eles assistir, pois não andarão muito longe disto.

 

 

O São João em Britelo foi intenso, e contou, tal como foi noticiado no Notícias da Barca, "com as majestosas presenças" do presidente de câmara e seus membros, presidente de junta e padres.

Aqui ficam as "majestosas" presenças do presidente de câmara Vassalo Abreu e das "majestosas" sardinhas e costeletas.

 

    

 

Na Sardinhada de São João do Centro Social de Entre Ambos-os-Rios, com Vassalo falando no pinhal para "ricos" e para "pobres" (como já disse José Amaral).

 

 

 

Como não podia deixar de ser, a costela de democrata cristão (como se auto-intitula Paulo Portas) levou o executivo à procissão da Nossa Senhora da Paz, e Vila Chã S.João. Infelizmente não foi ao 92º aniversário da aparição que a Santa voltou a aparecer.

 

 

 

1700 Séniores, e não só, no Santoínho. Ou melhor, "milhar e setecentos" como na capa propagandística do Notícias da Barca. Oportunidade para o executivo comer, beber, falar com "ricos e pobres" e ver o presidente da câmara com a sua costela democrata cristã no altar, talvez para a leitura de um dos muitos episódios bíblicos.

 


 

 

Pensem no título do artigo no Notícias da Barca sobre a Feira da Pequenada: "Centenas de crianças divertiram-se na Feira da Pequenada em Ponte da Barca". Agora pense na foto publicada para reportar esse evento (em baixo). Agora imagine o título+foto, e veja os sentidos que poderão achar nessa conjugação. Foi precisamente aquilo que foi publicado no referido jornal.

 

 

 

Com toda a pompa e circunstância, executivo camarário, junta de freguesia, Rancho Folclórico e jornalistas lá foram fazer uma inauguração a Vila Nova de Muía... da 1ª fase... do... Saneamento Básico da freguesia! Hino ao provincianismo e à mediocridade. Depois de um posto de transformação da EDP, um saneamento... estamos a elevar o patamar!...

 

 


 

O programa de Verão da SIC esteve em Ponte da Barca. Belo cenário escolhido para aparecer na TV, com a zona ribeirinha, a ponte medieval e o choupal "decapitado". Não podia faltar o discurso do presidente da Câmara. Houve oportunidade para ouvir o cantador Carlos Ribeiro pedindo a Merche Romero para mamar nas suas mamas, e para escolher Jaime Ferreri para uma rubrica que dá destaque a pessoas do povo, do saber popular e da tradição que se destacaram na sua comunidade. Onde é que há melhor?!... não há melhor...

 

 

 

O olhar deste blog termina no lançamento da Primeira Pedra da Sede de Junta de Oleiros. "O Senhor Presidente Vassalo Abreu fez mais em três anos e meio por a nossa freguesia que alguns presidentes de Câmara juntos", declarou Manuel Lima, o presidente de junta da freguesia. Por que partido te vais candidatar agora nas próximas eleições, presidente de junta? É a dupla Manuel Lima - Vassalo Abreu a animar um pouco esta época pré-eleitoral.

 

 

 

 

 


sinto-me:


Sábado, 25 de Abril de 2009
Comemoração do Dia da Árvore com 250 toneladas de abate

Comemoração do Dia da Árvore com 250 toneladas de abate

 

 Pela mesma altura em que os jornais locais noticiavam a celebração do Dia Mundial da Árvore, a 21 de Março, era também trazido a público o Edital do Município de Ponte da Barca onde se anunciava “Alienação de Material Lenhoso”.

Explicando melhor: os agrupamentos de escolas do concelho, as Juntas de freguesia, com destaque para Britelo e Ponte da Barca, e a Câmara Municipal promoveram os festejos, com actividades particularmente destinadas à educação ecológica das crianças, nas referidas freguesias. Por outro lado, saía o Edital anunciando a venda em acto público de um total de cerca de 250 toneladas de lenha, em grande parte resultante da operação “novo look” do choupal.  Palavras para quê?!

Como já foi aqui neste blog recentemente comentado, uma das principais imagens turísticas da vila, a zona ribeirinha com os seus arvoredos transmitindo frescura e saúde a quem lá passa, está em parte destruído pelo abate do choupal. Em seu lugar ficou algo parecido com um complexo megalítico, não fossem as supostas “pedras talhadas há milhares de anos” serem na realidade os troncos que restam do belo choupal que tínhamos. Que ensinamentos estes políticos estão a dar à juventude? São estas as mentalidades ecológicas necessárias para o futuro? O que se passará na cabeça de quem toma estas decisões? Já para não se falar da justificação do vereador da segurança civil, José Pontes, que diz que o abate se deveu a precaução que era necessária tomar em relação a uma possível queda de árvores em caso de intempérie. Que terra de vendavais é esta que temos?!

 

 

Pode até ser que a maior parte dos jovens presentes nestas comemorações não se tenham apercebido desta contradição entre abate de árvores e da apregoação da ecologia e do respeito pela natureza. Mais cedo ou mais tarde, quando o grau de maturidade o permitir, a maior parte deles poderá descortinar tudo o que acabou recentemente de acontecer. Aí verão que o povo sofreu mais um desrespeito por parte dos seus políticos.

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 01:55
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
Espírito Natalício invade Assembleia Municipal
Espírito Natalício invade Assembleia Municipal


Na última Assembleia Municipal o espírito natalício invadiu os presentes. Nos jornais lê-se que se aprovou o “maior orçamento de sempre” com o voto favorável “de todos os presidentes de junta”. O único presidente de junta que ainda “torceu” um pouco o nariz foi o de Britelo. Nada que Vassalo Abreu e o espírito natalício não conseguissem resolver. Até o “velho do Restelo”, como agora pegou em moda dizer, “El Mestre” João Esteves se chegou à frente disponibilizando-se para se necessário ser testemunha de Vassalo Abreu no edifício de Sto António do Buraquinho. “apesar de politicamente não estarmos de acordo, o senhor é uma pessoa séria”, disse João Esteves num momento raro de política em Ponte da Barca, em que se deixam de parte guerrinhas “politiqueiras” do costume. O que o Natal faz! No meio deste bonito cenário, surge o “duende mau”, ao qual o espírito natalício não entra: Claudino Amorim. Este manifestou uma firme oposição ao executivo, publicando no jornal um exaustivo artigo de análise de contas apelidadas de “despesismo”. No meio de tudo isto ainda houve oportunidade  para alguém confundir Vassalo Abreu com o Pai Natal: o presidente de Junta de Lavradas. Quis saber como está a situação da ponte sobre o rio Lima, talvez o presente de Natal mais excêntrico e difícil de concretizar em Portugal e arredores. Um presente para o qual será preciso muito mais que se portar muito bem durante o ano. Assim vamos em Ponte da Barca este Natal. Boas Festas!

 

 


NOTA: Havia muitas mais coisas para fazer uso da “má língua” como de costume, mas como é Natal…


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:33
link do post | botar farpas (=comentar) | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 14 de Outubro de 2007
Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - 2ªtemporada

Mais um servo de Deus em Ponte da Barca - 2ªtemporada

 

Ao que parece, o concelho de Ponte da Barca tem sido nos últimos tempos uma zona do país, e quiçá do mundo, onde a Igreja Católica tem tido resultados positivos no que à propagação de pastores diz respeito. Não bastando o já muito badalado padre Jorge Silva da freguesia de Bravães, chega agora uma nova temporada desta "série" de artigos dedicados aos servos de Deus, agora protagonizada pelo "consagrado de fresco" padre Custódio, da freguesia de Britelo. Como foi por aí referido na imprensa regional, foram feitos "tapetes de flores" e um "modesto banquete", na festa de recepção da paróquia referida. Foi também referido que em freguesias como estas, "a imagem de um padre é descrita como um ser santificado, dado que, culturalmente, é visto como o transmissor da lei divina."

Enfim, depois de tantos episódios a falar de consagrações de padres, não vale a pena acrescentar mais nada. Apenas dedicar ao novo padre um "futuro promissor como pároco", e sobretudo dar uma palavra de apreço a todos aqueles que durante estes dias foram a Fátima dar a sua esmola ainda que por vezes abdicando de outras coisas mais importantes na suas vidas...


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 07:25
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 23 de Junho de 2007
Boletins "escarrativos"

Boletins escarrativos "

Os "Boletins Informativos" distribuídos desde o início deste ano dando a conhecer as Freguesias de Vila Nova de  Muía , Entre Ambos-os-rios, Britelo e Bravães são o exemplo não só do que de melhor se faz nessas mesmas terras, como dos seus "escarros", não específicos de cada local, mas sim os "escarros" que só os barquenses conseguem fazer: algo que já faz parte da sua caricatura.

Voltando um pouco atrás, esse boletim, e segundo excerto do seu "editorial" "(...) surge no sentido de informar a população sobre eventos, cultura, economia, tradições, gastronomia, paisagem e outros que contribuam para a elevação do conhecimento e para a sua valorização pessoal."

 

Resumindo: Tretas!!! Não chegando ao ponto de tanto "deitar a baixo", verdade seja feita: algumas destas áreas foram destacadas, como sejam os "eventos" e "tradições".

Foram destacadas, e bem, os projectos da Associação Social e Cultural de Britelo , desenvolvendo interessantes actividades de acção social e desportivas para os mais jovens, o centro Social de Ambos-os-rios, no apoio a idosos, a prova de motocrosse Taça de Ouro "Terras da Nóbrega" em Vila Nova de Muía , a representação teatral em Bravães da Mui  Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo", o Voluntariado Jovem para as Florestas e Sapadores Florestais de Entre Ambos-os-rios, etc. Até aqui tudo muito bem. Já no que diz respeito às tradições, estas são extremamente valorizadas, como já é hábito nas nossas freguesias. Porquê não acabar com pelo menos metade delas, dedicando-lhes um mero papel de divulgação cultural e não de "borgas à moda antiga"? É que o problema é que estas "roubam" habitualmente lugares de destaque para o património natural e arquitectónico, que afinal é a maior potencialidade do nosso concelho e até do país.  Querem exemplos? Então vejam este "boletim", e vejam a importância atribuída ao património histórico, por exemplo. Vêm-se fotografias da "Anta de Chão de Cabanos " em Britelo , da Igreja de Bravães, da "Fonte Santa" também em Bravães, de uma ponte, nem se sabe se romana se medieval, em Entre Ambos-os-rios, etc.  E a história destes monumentos, estes sim, dos maiores valores destas freguesias? Alertam-se aqui os senhores José Domingos Fernandes, José Alberto Cerqueira e Inocêncio Araújo por serem os presidentes de junta das freguesias referidas e acerca das quais escreveram. Por favor, não sigam maus exemplos que vemos por este país fora, e valorizem os seus monumentos, que são das maiores pérolas das vossas freguesias, e às quais muitas dão-se ao luxo de não possuir. E querem saber que mais? Façam como o senhor Abílio José Silva, o presidente de Vila Nova de Muía , que neste aspecto merece os maiores elogios em dedicar uma página de referências históricas do grande símbolo patrimonial que é o Mosteiro de Santa Maria de Vila Nova de Muía . De referir também a torre medieval da aldeia, pertencente à estrutura do mosteiro, cujo triste estado em que se encontra se deve a um proprietário com pouco sentido do que é possuir um património arquitectónico histórico.

 

 

 

Mas, eis que no fim do contas todo este bonito e muito estático "Boletim" de divulgação destas freguesias, exibe uma das maiores "fachadas" aos leitores: os sites das Juntas de Freguesia, cujo facto de estarem integrados num programa de modernização administrativa têm feito apenas com que estejam inacessíveis aos cibernautas há pelo menos alguns meses, depois de alguns deles já terem estado activos e actualizados. Será o típico desleixo barquense, em que algo só dura enquanto é novidade?


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 21:40
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sexta-feira, 11 de Maio de 2007
Insólitos da transcendência em Ponte da Barca

Insólitos da transcendência em Ponte da Barca

Mais uma vez Ponte da Barca não desilude em matérias da transcendência. Aliás, são cada vez mais as vozes que se manifestam a favor de mais e melhores iniciativas como estas e melhores do que estas, tudo a rodar em volta de satanazes , deuses e jesuses . O nosso concelho teria aliás condições para acolher feiras como a de Vilar de Perdizes, e poucos falam disso. Já que é um dos campos em que a população barquense se sente mais à vontade, podendo inclusive promover a terra a nível nacional, vamos para a frente com o misticismo e bruxaria! Ai não sabem do que se está a falar? Então pertencem a uma minoria que desconhece toda uma problemática e uma complexidade de assuntos que também não importa perceber. Dê-se como contente em não perder o seu tempo a saber disto.

Mas como este blog é também dedicado às tradições do concelho, cabe ao barqueiro divulgá-las. Que tal os próximos 2 acontecimentos que chegaram aos jornais desta última semana para apenas adoçar a boca a quem ainda desconhece estes mundos místicos?

"Arautos do Evangelho"

Mais uma vez Manuel Cerqueira Soares brinda-nos com vastos repastos no campo da transcendência e da fé. Desta vez este vulto barquense da fé católica vem através de uma comunicação, e leia-se, "através da comunicação do Revº Padre Maurício Lucena, Director Geral, vem pedir aos Revº s Sacerdotes das suas Paróquias a nível do distrito para que a Santa Eucaristia de Domingo, dia 13 de Maio, seja dedicada a Nossa Senhora de Fátima Santíssima Virgem (...)". Esta introdução é já por si espelho de toda a complexidade de tratamento entre os elementos evangelizadores desta terra. Primeiro esta gente da transcendência diz que o seu Deus é inspiração de solidariedade para todos os pobrezinhos e carentes de auxílio. Depois vemos que na prática quem diz que Deus disse, se alguma vez disse, é tratado por Revº Estaremos a voltar atrás no tempo. Estes refinados tratamentos são típicos daqueles tempos em que governava um beato chamado Salazar. Os padres eram Revº s porque eram os representantes da ditadura nas aldeias. Reverendíssimos? Mas onde é que estamos? Outra coisa estranha é o número de tratamentos da santa chamada Fátima. Que era "Nossa Senhora de Fátima", não nossa, mas daqueles que a adoram, já todos sabíamos. Mas e a parte que se segue a Fátima no excerto atrás referido ? O barqueiro não sabia que para além de "Nossa Senhora" ela também era "Santíssima Virgem". Atribuam-se mais qualidades de tratamento que apenas 5 nomes ainda é muito terreno. Não é digno de figura tão sagrada e pura!

No fim do artigo diz que se as pessoas levarem os oratórios à "Santa Eucaristia Dominical" "Nossa Senhora" ficará muito contente. Quem escreveu tal artigo deve ter desenhos animados na cabeça! E a parte das pessoas que têm os oratórios em casa levarem-nos à missa? São muito estranhos estes bichinhos de estimação. Já num artigo deste blog se falou no encontro de oratórios em Fátima, explorando-se um pouco das características afectivas e sociais destes animais de estimação. Por isso já sabe: se possui algum destes bichinhos o que deve fazer é acompanha-los à "Santa Eucaristia".  

 

 

 

"De Britelo "

Parece que em Britelo também se andam a passar fenómenos ainda mais estranhos. Ao que parece andam a roubar os animais de estimação, nomeadamente gatos, cujo único sinal de vida passa a partir daí a ser ouvi-los miar em galinheiros, imagine-se! Estes desaparecimentos misteriosos ao que parece têm sede no lugar de Cabecinhos . O próprio nome do lugar em questão diz já por si toda a mística que envolve estes desaparecimentos . A autora deste artigo, Sara Barbosa, descreve tais acontecimentos como "menos próprias e obscuras". Uma coisa é certa: o galinheiro é no fundo um lugar onde se guardam as galinhas, e ao que parece ainda pouca gente sabe disso.


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 23:47
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Vassalo "Summer Sessions"

Comemoração do Dia da Árv...

Espírito Natalício invade...

Mais um servo de Deus em ...

Boletins "escarrativos"

Insólitos da transcendênc...

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

Visitas
Vídeo do mês: Política para Totós
subscrever feeds