Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008
Política urbana e rodoviária

Política urbana e rodoviária

 

Nos últimos tempos tem-se assistido a uma grande preocupação dos políticos locais com o urbanismo da nossa bela vila. Claro que essa preocupação só é benéfica para Ponte da Barca. Mas o barqueiro acrescenta mais algumas farpas a esta “festa urbana” protagonizada pelos políticos locais. Onde estavam essas preocupações quando o último dos muitos escarros urbanos barquenses começou a ser construído? Sim, esse mesmo, o “poio”, aquele que está lá empoleirado no postal turístico da vila, acima da igreja e junto ao campo de futebol, bem lá no alto. Onde estavam os políticos do PS que agora andam a assinar protocolos de ordenamento de território com Arcos de Valdevez? Onde estava a oposição que agora, talvez depois do “poio” ser neste blog denunciado, se preocupa tanto com o enquadramento urbano e destino dos terrenos junto à entrada nascente em construção? Este blog sabe onde estes protagonistas estavam: a trabalhar e a desempenhar as suas funções governativas do concelho. Agora se essas funções estavam a ser bem desempenhadas, isso já é outra questão. Esta “cegueira” para casos como o “poio”, dever-se-á a incompetência pura e simples? Dever-se-á ao protagonismo e importância “lobielesca” dos senhores que constroem tais “poios”? São só questões em forma de hipóteses, que escapam ao comum dos barquenses, como é o caso do barqueiro, e que querem simplesmente o melhor, e não o pior, para a terra. Que fique apenas a nota de que um simples “poio” de animal doméstico na via pública é punível com multas de cerca de 500€ em alguns concelhos. E isto vindo de um simples canito ou gatinho. Vindo de alguém que ainda por cima é humano, e tem consciência de onde é que está a “defecar”, deveria ser muito mais penalizado, uma vez que nem sancionado é.

 

 

Mas nem tudo é mau. Nesta onda “urbanística” dos políticos, foi recentemente assinado o protocolo de Ordenamento do Território entre Ponte da Barca e Arcos de Valdevez. Independentemente de todos sabermos que Arcos de Valdevez vai bastante mais à frente em desenvolvimento, a construção integrada e conjunta de um centro urbano no Alto – Minho prova que os políticos destas terras têm alguma visão (aplica-se até a frase feita “só são burros quando querem”). Além disso as movimentações políticas recentes a nível rodoviário dentam também boa estratégia e visão, particularmente nas obras da entrada nascente, de acesso ao IC 28, e nos estudo que estão a decorrer para a melhoria das ligações via EN 101 a Braga e construção do IC 28 até Lindoso (já que o projecto do “gargalo” de Lindoso foi apenas virtual).

 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:20
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Sábado, 16 de Fevereiro de 2008
Porquê "Lima Internacional"?

Porquê "Lima Internacional"?


Em 28 de Janeiro decorreu uma reunião entre os autarcas de Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Entrimo e Lóbios, apelidada de “Lima Internacional (Lima a quatro)”. A ideia é bem pensada. Já há muito que deveria existir um programa de cooperação entre concelhos vizinhos, que partilham entre si belezas naturais como o rio Lima e o Parque Nacional Peneda – Gerês, uma vez que para o património natural não existem fronteiras. O seu funcionamento e gestão como um todo são essenciais. Mas, segundo aquilo que foi divulgado aos barquenses através da comunicação, pouco se discutiu, pouco se definiu, pouco, na essência, os barquenses ficaram a saber o que resultará deste plano de cooperação. Apenas é informado, nos dois jornais locais, algo tão vago como a cooperação em estratégias de desenvolvimento e gestão do rio Lima, do ambiente e do turismo, da área formada por estes 4 concelhos, e ainda a intenção de executar o resto do projecto do IC 28 até à fronteira em Lindoso. Mais, no fundamental da informação que os barquenses podem ter acesso, é inexistente.

Esperemos que finalmente haja algum conteúdo e futuro neste novo projecto em que Ponte da Barca se envolve, e que não tenha sido apenas uma bonita reunião de líderes no também bonito centro histórico barquense. No fundo, que não tenha sido só para obrigar o senhor da foto a passar a rua devido ao passeio cheio de líderes concelhios.   


 

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 19:10
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

Domingo, 28 de Outubro de 2007
Variante IC 28

Variante de acesso ao IC 28

 

Ao que parece, mais uma construção está na agenda da Câmara Municipal. Depois da saga tecnológica do novo posto de GNR do século XXI que irá avançar em breve (segundo o executivo camarário, e esperemos que isso valha mais do que tem valido as outras promessas), segue-se agora a assinatura de um protocolo, com a seriedade dada pela vinda do Secretário Adjunto das Obras Públicas, para a construção da variante de acesso do IC 28 à vila, à semelhança do que em Arcos de Valdevez já está em construção.

 

Esperemos que essa variante ainda sirva Fiat Puntos e seus contemporâneos...

 

 

 

E não o seguinte tipo de carros...

 


sinto-me:

talhado por o barqueiro às 00:53
link do post | botar farpas (=comentar) | favorito

barqueiro
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


barcalhoadas recentes

Política urbana e rodoviá...

Porquê "Lima Internaciona...

Variante IC 28

todas as barcalhoadas já assistidas

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

subscrever feeds